>
NOVOS ARTIGOS ABAIXO
LENDO

Bandidos desfalcam boca de fumo e vão trabalhar de graça!

Ao estilo jornal Meia Hora.

Nas próximas semanas acontecerá duas coisas, ou aumentaram os roubos na região de Irajá e Colégio, ou terá bandido se aposentado.

O quê aconteceu.

O tráfico de drogas na comunidade do Para-Pedro (TCP) no Colégio, sempre operou em baixa, sendo fielmente dependente da organização no Conjunto Amarelinho (TCP), a matriz! Onde o chefe maior, o Rogério 3000, organiza tudo e tenta colocar o "carrinho" nos trilhos.

Na última semana ele sofreu um prejuízo incalculável no seu lucro dentro do Para-Pedro (TCP), onde funciona a sua "filial" do tráfico.


Bandidos da sua hierarquia, juntaram o lucro semanal da boca de fumo no Para-Pedro e foi em direção ao Morro da Serrinha (TCP) em Madureira, onde costuma acontecer os "Bailes Funks", onde sempre os comparsas de facção são bem recebidos.

Os bandidos ostentaram "malotes" de dinheiro no baile da Serrinha, mas na hora de retornar para o Para-Pedro (TCP), foram detidos e perderam o dinheiro, ou seja, todos os lucros semanais das bocas de fumo do Para-Pedro.

Para sanar essa dívida, o traficante 3000, chefe do Para-Pedro, promoveu mudanças na sua organização criminosa.

Rebaixou quem deveria ser rebaixado, retirou jovens do tráfico e afastou alguns membros que estavam bem empolgados nessa vida do crime.

Segundo boatos, os traficantes atuaram sem receber algum pagamento, até que a dívida seja sanada, ou seja, trabalharam no tráfico de GRAÇA!

Ao estilo Jornal Meia Hora!

A Crise do desemprego está batendo até no mundo do tráfico de drogas!

Policia prende responsável por assaltos na Favela da Quitanda

A Policia aplicou mais desfalque nos Grupos de Assaltos oriundos da Favela da Quitanda (ADA) em Costa Barros, no Complexo da Pedreira.

Ontem a tarde os policiais capturaram o traficante Peludinho, junto com mais dois elementos em uma casa na Avenida Pastor Martin Luther King Jr, perto do Complexo da Pedreira.

Eles portavam apenas rádios transmissores, não foram encontrados armamentos.

Peludinho seria um dos responsáveis de organizar os assaltos á cargas na Pavuna, Costa Barros e região. Um grupo que seria apenas encarregado de trazer dinheiro aplicando roubos.

Os roubos seriam distribuídos na Favela da Quitanda (ADA), auferindo lucros para o chefão do complexo atual, o traficante Seu Moço ou Noel.

Mais um desfalque nos grupos de assaltos do Complexo da Pedreira

Chefe da Maré se retira por desavença com comparsas

Aconteceu desavenças entre os traficantes do Terceiro Comando Puro, que dominam as comunidades do Complexo da Maré.

Segundo relatos dos moradores, houve uma desavença entre dois traficantes na última quarta-feira. Um dos envolvidos seria um dos chefes do tráfico na comunidade, conhecido como Carrapato.

Carrapato ordenou a execução de um comparsa dentro do Complexo da Maré. Como é considerado um dos "frentes" da comunidade, obviamente não foi questionado. Segundo relatos, o comparsa foi executado por uma desavença sustentada desde a época da prisão, onde o Carrapato ficou por alguns anos.



O assunto é pouco comentado entre o bandidos do Complexo da Maré, mas de dentro do presídio, o Carrapato teria levantado um boato que o traficante Menor P (preso) estava agindo como X9 (informante), entregando os comparsas para assumir o controle absoluto do Complexo da Maré.

Desde que o Terceiro Comando Puro se instalou na Maré, grande parte do tráfico apoia cegamente o Menor P, que ficou por anos como frente maior da Maré, e homem direito do seu chefe, o traficante Facão (preso).

Como até dentro dos presídios e alas do TCP, o Menor P era visto com bons "olhos", os bandidos foram contra as acusações do "Carrapato".

Hoje o Carrapato que é dá as ordens no Pinheiro (TCP), mas divide o posto de chefe com outros traficantes que são da confiança do Menor P (preso). Mesmo assim, ele é pouco considerado pelos soldados dentro da Maré.
Carrapato.

Como forma de vingança por esse episódio dentro da cadeia, ele executou um dos seguranças do tráfico que estava preso e foi contra a acusação dele na época.

Estranhamente, ele matou o comparsa e saiu do Complexo da Maré!

Comentado nos quatro cantos da comunidade, ninguém sabe ao certo para qual comunidade ele foi, mas sabem que não trocou de facção, porque não é bem visto nos rivais.

Provavelmente está em outro complexo controlado pelo Terceiro Comando Puro, mas que não tenha envolvimento com o traficante Facão (preso), o dono atual da Maré.

Situações como esta acontecem com frequência entre os traficantes do Pinheiro, Timbau, Baixa do Sapateiro, Fogo Cruzado, Palace, Salsa e Merengue e Vila do João, mas sempre os traficantes "acobertam" esses conflitos, para não abrir espaço para os olhos dos rivais do Comando Vermelho e Amigos dos Amigos.

O Facão é o dono dos territórios na Complexo da Maré, mas os seus "frentes" costumam brigar entre si para vê quem "abocanha" uma fatia maior dos lucros.

Há quem diga que até o idolatrado Menor P (preso), não recebe mais nenhum lucro nas bocas de fumo no Complexo da Maré!

Vamos aguardar.


Policia faz apreensão no Juramentinho

Policiais militares realizaram ontem uma operação na favela do Juramentinho (CV) ou Sem Terra, em Vicente de Carvalho, na zona norte do Rio de Janeiro.

Houve confronto dentro da comunidade, e um traficante foi atingido pelos policiais.

Foi apreendido com ele uma pistola calibre .40, um radio transmissor e a carga da "boca de fumo" do Juramentinho. Provavelmente ocupava o cargo de "vapor" dentro da comunidade.

Desde que o CV instaurou o Juramentinho (CV) como base para invadir o Morro do Juramento (ADA), o tráfico está sendo combatido com as operações.

Naquela comunidade, os traficantes ficam transitando entre o Juramentinho (CV) e o Complexo da Penha (CV), onde existe uma área de mata que é usada para atravessar para ambos os lados.

foto: pmerj

Traficantes do ADA já impõe regras na Dita e miram outro território

O Morro da Dita no Jóquei, ainda continua sob controle da facção Amigos dos Amigos, onde organizaram a retomada há dois dias atrás.

Expulsaram o Comando Vermelho depois que capturaram o traficante Falcão, o principal investidor nas invasões do Morro da Dita e Jardim Miriambi.

Sob investimentos dos traficantes Cabeça, Lindinho e Negão da Rua da Feira, os bandidos reassumiram o comando do Morro da Dita, e já começaram a aplicar suas regras.

Recolocaram as barricadas nas entradas do Morro, atrapalhando o direito de ir e vir dos moradores.

Segundo os moradores, o clima ainda é de guerra no Morro da Dita, pois os bandidos do ADA já esperam um contra-ataque do Comando Vermelho que está localizado no Morro do Tronco, bem perto dali.


Os chefes do tráfico já estão mirando outro território que foi perdido no passado.

Ontem os traficantes da facção ADA aplicaram um "baque" no tráfico do Morro do Estado (TCP) em Niterói. Segundo relatos, a segurança do tráfico no Morro do Estado estava fraca, e tinha poucos bandidos armados no morro.

Saíram do Morro do Estado levando dois fuzis de brinquedo, que provavelmente seriam armas de "Airsoft".

Vamos aguardar.

Sob nova direção os traficantes do ADA entram no Morro da Dita

A guerra estourou novamente no Morro da Dita no bairro do Jóquei, em São Gonçalo.

Comunidade estava sendo controlada pelo Comando Vermelho do Anaia e Tronco, mas só foi prender o Falcão, o chefe do tráfico, que os rivais da facção ADA botou os pés novamente no morro.

Segundo os moradores, o clima está tenso na região. Os traficantes do ADA expulsaram os rivais do CV, que correram para o Morro do Tronco (CV), mas ameaçam que retornaram para o morro.

Os bandidos do ADA estão ameaçando quem colaborou para entrada do CV na Dita, e não vão perdoar mais uma traição no seu grupo.


Só perderam o Morro da Dita, porque os membros optaram por seguir o caminho dos desertores e fecharam com o Comando Vermelho, e ajudaram entrar no Jardim Miriambi e Morro da Dita.

Para piorar as seguidas insatisfações, até o homem que deveria recolocar a facção ADA nos dois redutos, conhecido como Léo Serrote, também optou por entrar no Comando Vermelho de São Gonçalo.

A situação entre os chefes do tráfico ficaram insustentável em São Gonçalo, e tiveram que fechar acordos com os chefões do Rio de Janeiro, principalmente com o Lindinho, dono das bocas de fumo em Macaé, Urubu, Juramento e Complexo do São Carlos, além de pequenos territórios fora do Rio de Janeiro.

O novo grupo do ADA que entrou no Morro da Dita, estão sendo apoiados pelos traficantes Negão, chefe da Rua da Feira, Cabeça, chefe no Sabão e com apoio do Lindinho.

O antigo chefe, conhecido como Drill, não quis oferecer armas ou dinheiro para retomar seu próprio morro, e foi descartado dessa retomada e não ganhará nenhuma participação nos lucros do Morro da Dita.

A situação continua em aberta no Morro da Dita, e a qualquer momento o CV pode retornar para controlar o morro novamente.

Vamos aguardar.

Policia Captura traficante que Invadiu os Morros da Dita e Miriambi em São Gonçalo

O tráfico do Comando Vermelho em São Gonçalo tomou um desfalque das autoridades.

Capturaram o traficante Michael Santos da Silva, conhecido como Falcão ou He-Man, chefe do tráfico na comunidade do Anaia Grande (CV) em São Gonçalo.

Ele foi o principal investidor para colocar a facção CV nas comunidades do Jardim Miriambi e Morro da Dita, e estava bastante procurado pelas autoridades de São Gonçalo.

Ele foi encontrado na comunidade do Sacramento. Estava escondido perto de um bar, quando foi surpreendido pela policia. Tentou correr mas foi pego!


Acharam 4 quilos de maconha no seu esconderijo, com etiquetas que faziam alusão nos eventos olímpicos do Rio de Janeiro.

Ele relatou que era a carga que seria distribuídas nas suas "bocas de fumo" em São Gonçalo.

PRF pega suspeito de chefiar o tráfico na Furquim Mendes (CV)

Agentes da Policia Rodoviária Federal, pegaram na madrugada dessa terça-feira um homem suspeito de participar da liderança do tráfico na favela da Furquim Mendes (CV), no Jardim América na zona norte.

Conhecido pelo vulgo de "Anal", ele foi capturado em uma blitz na ponte Rio-Niterói. Durante abordagem os agentes notaram que o traficante estava com documentos falsos. Verificaram no sistema e após revelação do próprio traficante, deram conta de quem era o sujeito.

Anal estava foragido desde 2009, e no site do "Disque-Denúncia", havia uma quantia de R$ 1 mil reais pela sua captura.



Anal ou Alemão, já é bem conhecido pelas autoridades, pois já atuou na Favela do Dique, Cidade Alta e Morro da Fé no Complexo da Penha. Atualmente estaria transitando entre o Jardim América e o Complexo do Alemão (CV), o quartel general da sua facção.

Ele responderá pelos crimes, e será acrescido os crimes de porte de documentos falsos.


TCP entrou no Az de Ouro em Anchieta

Segundo informações os traficantes do Terceiro Comando Puro invadiram a comunidade do Az de Ouro(ADA) em Anchieta, na zona norte do Rio de Janeiro.

Há dias os traficantes das comunidades da Jaqueira e Tatão, estão batendo na porta do Az de Ouro. Aplicaram baques atrás de baques, sempre apoiados pelo Complexo da Maré.

Segundo os moradores , eles entram no Az de Ouro para vender as drogas e saem em seguida, não tendo base na comunidade ainda. Abrem espaço pro Ada retomar seu território, que tem um grande apoio da favela da Quitanda em Costa Barros.

Os bandidos do TCP tem planos de expansão em Anchieta e Ricardo Abulquerque. Invadir e dominar o Az de Ouro é o primeiro passo.

O clima está tenso na região .

Já tem.operações nas comunidades do Tatão e Jaqueira.

Vamos aguardar.

Sumiram com o frente da Barreira do Vasco

Segundo informações dos moradores da comunidade da Barreira do Vasco (CV) em São Cristóvão, sumiram com o chefe do tráfico local.

No começo do final de semana, um carro passou e capturou o traficante conhecido pelo vulgo de Parazinho, oriundo do Parque União (CV) no Complexo da Maré.

Como a comunidade dificilmente tem segurança armada, não houve resistência no seu sequestro.

Quando todos esperavam que ele apareceria mediante algum tipo de pagamento, apareceu a noticia que foi torturado e baleado pelos sequestradores.


Segundo os boatos que correm na Barreira do Vasco (CV), o Parazinho apareceu morto em um hospital.

Portanto, se for confirmada esse "boato", a comunidade da Barreira do Vasco estará sem um chefe do tráfico, onde administração provavelmente ficará com os bandidos do Morro do Tuiti (CV).

Vamos aguardar.

Suspeita de Golpe no tráfico no Morro do Turano

Há meses os traficantes da facção Amigos dos Amigos do Complexo do São Carlos ameaçam os rivais do Comando Vermelho no Morro do Turano, na grande Tijuca.

Uma rivalidade ostentada por anos de tiroteio, onde o São Carlos nunca pisou em nenhum território do gigante Turano. Por não ter poder bélico e nem eficiência para entrar no território inimigo, e por saber que é um morro visto com "bons olhos" pela cúpula do Comando Vermelho.

Nessa semana aconteceu uma crise na hierarquia do tráfico no Turano, que podemos considerar que é no mínimo "estranha" na real situação.

Houve boatos que bandidos da iriam aplicar um golpe interno na "parte alta" do Morro do Turano (CV), comandada pelo traficante conhecido pelo apelido de "Cemitério".


Sem especificar que tipo de golpe iria rolar, os traficantes trataram de resolver com as próprias mãos, sem esperar um aval de alguém superior na facção.

Executaram um traficante conhecido como "Rosinha" e tentaram balear um segundo conhecido como "Dante", que conseguiu escapar com vida do tribunal do Morro do Turano.

O Rosinha era braço direito do traficante Cemitério, um dos frentes do Turano. Ele atua no tráfico de drogas há muito tempo. O segundo elemento já atuava no Turano, ainda quando o chefe era o traficante Berola, que foi morto em 2012 no Paraguai.

Contudo, resolveram aplicar essa sentença, e de quebra, retiraram o "Cemitério" do posto de frente e atribuíram o cargo para o traficante conhecido como "De ouro".

Agora os Gerentes e responsáveis esperam uma decisão que poderá vir dos presídios, principalmente do traficante conhecido como Barbosa, o dono do Morro do Turano.

Não foi comprovado que a razão dessa limpa foi algum envolvimento com os rivais do São Carlos (ADA), ou briga interna e operacional entre os traficantes, ou até um golpe por algum tipo de inveja que deve existir.

Portanto, o clima ficou tenso entre os bandidos do Morro do Turano (CV) e estão atuando com os olhos bem abertos em direção os amigos, onde podem virar inimigos á qualquer momento.

Vamos aguardar.

17 bandidos de alta periculosidade são Transferidos

Para segurança dos eventos Olímpicos que estão por vir, a Secretaria de Segurança Pública pediu a transferência de 17 traficantes, que segundo o entendimento da justiça são de alta periculosidade no Rio de Janeiro.

Nessa lista estão líderes do tráfico principalmente do Comando Vermelho, ADA, TCP e até Milícia.

Segue a lista;


  1. Adilson Gomes da Hora Jr, vulgo Nico- (CV)
  2. Claudemir Silva Paixão - vulgo Negão da 12 (CV)
  3. Cleverson de Souza Silva - vulgo Trek do Amor (CV)
  4. Edson Silva de Souza - Vulgo Orelha (CV)
  5. Eduardo Luiz Paixão - Duda 2D (CV)
  6. José Benemário de Araújo - Benemário (CV)
  7. José Ricardo Couto de Silva - Ricardo Paiol (CV)
  8. Luiz Claudio Gomes - Pão Com Ovo (CV)
  9. Wallace Batista Soalheiro - Pixote (CV)
  10. Leonardo Marques da Silva - Sapinho (CV)
  11. Marcelo da Silva Leitão - Bigode (CV)
  12. Thiago de Souza Cheru - Dorei (ADA)
  13. Anderson da Silva Verdan - Bamba (ADA)
  14. Thiago de Souza Aguiar - Irmão do Toni Angelo (Milicia)
  15. Bruno Maxwell dos Santos Affonso - Chapoca/Coto (TCP)
  16. Carlos Vinicius Lirio da Silva - Cabeça (ADA)
  17. Wallace de Araujo Torres - Arão CB (TCP)
Foto: TV Globo

Foram escoltados até a Base do Galeão, na Ilha do Governador, e foram encaminhados por uma avião da Policia Federal com rumo ao presídios do Paraná, Mossoró e Porto Velho.

TCP volta a Guerrear pelo controle do Morro do Adeus

Virou briga de "Gato e Rato" em Bonsucesso.

O Comando Vermelho retomou os "pontos de drogas" no Morro do Adeus em Bonsucesso, que fica ao lado do Complexo do Alemão (CV).

Menos de um mês predominando no Adeus, novamente os rivais do Terceiro Comando Puro voltaram para seu antigo território em Bonsucesso.

Subiram com um número maior de homens, portando fuzis e pistolas e expulsaram os "vapores" ligados ao Complexo do Alemão (CV), que no momento estavam traficando no morro.

Segundo relatos, ficaram com um bandido do CV sob cárcere dentro do Adeus. Mas os soldados do Cv subiram e conseguiram resgatar o comparsa.


Até o momento, afirmam que o TCP predominou novamente dentro do Morro do Adeus, sendo reforçado pelos traficantes da Parada de Lucas e Maré (TCP). Conseguiram voltar rapidamente porque existem bandidos que são "Nascidos e criados" no Morro do Adeus, e já possuem uma aceitação por parte dos moradores.

Essa briga pelo Adeus não é uma simples briga entre facções, e muito menos uma rixa histórica que foi criada pelo Ernaldo Pinto de Medeiros, o Uê, com toda cúpula do Comando Vermelho.

Mais do que isso.

Segundo relatos, com as constantes operações e tiroteios diários no conjunto de favelas do Alemão, as bocas de fumo não são frequentadas por viciadas que vem de fora da comunidade.

Com medo de se arriscar no meio do tiroteio, que pode acontecer a qualquer momento. Os viciados preferem buscar seu consumo fora do morro. O ponto de drogas mais perto do Alemão é no Morro do Adeus, que antes era dominado pelo TCP.

Por uma briga atrás do lucro, os bandidos da Grota (CV) e Nova Brasília (CV) subiram para tomar o ponto de drogas do TCP e ficar com os lucros.

Mas parece que os lucros são maiores do que pensamos, pois quando todos pensavam que os bandidos do TCP iriam desistir de brigar pelo Morro do Adeus, eis que voltaram, e voltaram muito bem armados.

Não sabemos qual será o fim dessa briga.

No meio desse embate estão os moradores, que há anos não sofriam com os tiroteios em guerras entre facções.

Vamos aguardar.

Policia Prende o traficante Tineném em São Gonçalo

A caçada pelo traficante Tinenem chegou ao fim!

Policiais da CORE cercaram a casa que o traficante estava escondido no Morro da Coruja (CV) em São Gonçalo.

Tinenem tentou fugir, mas estava cercado e no momento da prisão não ofereceu resistência.

Foi a partir de um trabalho de inteligência que os Policiais Civis conseguiram localizar o esconderijo do traficante, que há meses estava fugindo dos cercos policiais e do Complexo do Caramujo (CV), a comunidade que ele controlava em Niterói.


Tinenem já foi enviado para Cidade da Policia, e responderá pelos crimes de tráfico de drogas, associação e ocultação de cadáver.

O traficante transitava entre Niterói e São Gonçalo depois que ficou pedido pela Policia. O Morro do Cavalão (CV) em Niterói, era um dos seus esconderijos prediletos.

Após repercutir o caso da "morte dos idosos", dificilmente o traficante botava os pés no Complexo do Caramujo (CV) em Niterói.

E o Comando Vermelho sofre mais uma baixa na sua hierarquia do tráfico em Niterói.

Policial foi baleado em tiroteio na Cidade de Deus

Nessa quinta-feira rolou um tiroteio na Cidade de Deus (CV) em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Segundo matérias, os Policiais estavam em patrulha na localidade dos "Ap", quando foram atacados por traficantes da Cidade de Deus.

No tiroteio, um policial saiu baleado e foi levado para o hospital. Ainda apreenderam uma quantidade de drogas, e um homem foi detido.

Houve interdições de vias na região, dando reflexo no trafego da Linha Amarela. 

Circula um vídeo nas redes sociais do momento do confronto na Cidade de Deus.



Aparentemente a situação está tranquila a noite!

Policia mata segundo na hierarquia do Morro da Coroa

Hoje os Policiais da UPP entraram em confronto com os traficantes do Morro da Coroa (ADA) no Catumbi, na região central da cidade.

Estavam patrulhando a comunidade, quando chegaram na localidade conhecida como "Ninho da Cobra" por volta da 7 horas da manhã, encontraram um grupo armado que atua no Morro da Coroa (ADA).

Entraram em confronto com os bandidos, e balearam um traficante que era suspeito de agir como segundo na hierarquia do Morro da Coroa (ADA), e um policial saiu baleado no confronto.


A região foi reforçada pelos policiais da UPP e BOPE.

Foram apreendidas uma pistola .40, caderno de anotações do tráfico e uma quantidade de drogas não contabilizadas.


TCP invade duas comunidades de Bangu na zona oeste

Segundo informações dos moradores, bandidos do Terceiro Comando Puro invadiram uma comunidade da zona oeste do Rio de Janeiro.

Os alvos foram as comunidades do Quarenta Oito (48) e Santo André, ambas localizadas em Bangu e controladas pelo Comando Vermelho.

Os invasores possivelmente saíram da comunidade do Sapo de Camará (TCP), uma comunidade que ainda faz parte do Complexo da Coréia em Senador Camará, e também é controlado e auxiliado pelos chefes do tráfico da mesma.

Sem muitos detalhes, relataram que os bandidos entraram, e até rolou toque de recolher nas duas comunidades. Até o momento não foi relatado nenhuma presença policial na comunidade.


A guerra entre essas comunidades já é antiga.

Por vezes, os bandidos do Comando Vermelho tentavam retomar o Sapo de Camará, que um dia já foi controlado pela facção, e sempre são respondidos com ataques no Santo André.

Atualmente o tráfico do Santo André e 48, é auxiliado pelos traficantes da Vila Kennedy (CV) e Cidade Alta (CV) em Cordovil. Ambas passam por problemas dentro do tráfico de drogas, e se realmente estourar uma guerra, dificilmente vão ajudar expulsar os rivais do TCP.

Vamos aguardar.

Traficantes aplicam tiros pro alto em comemoração em São Gonçalo

Esse tipo de comemoração já acontece há muito tempo em campos de várzea em comunidades. Principalmente nas comunidades comandadas pelo tráfico.

Agora com o aumento de uso de Smartphones e câmeras, o registro dessas cenas se tornaram comum nas redes sociais.

Quem lembra do vídeo da comemoração com rajadas de tiros na Vila Aliança (TCP)? O caso repercutiu mundialmente, porquê meses depois iria acontecer a Copa do Mundo de Futebol no Brasil, um dos maiores eventos esportivo do mundo.

Chocou apenas quem não mora no Rio de Janeiro. Quem vive esse dia a dia e sabe como a banda costuma tocar, isso já é normal!


Agora nas redes sociais "pipocaram" um novo vídeo semelhante. Esse aconteceu em alguma comunidade de São Gonçalo, e também dominada pelo tráfico e suas facções.

Veja o vídeo:



Em qual comunidade foi filmada essa ação?

Deixe nos comentários!

Resgate do Fat Family do Santo Amaro completa 1 mês

Completa 1 mês da fuga do traficante "Fat Family", chefe do tráfico no Morro Santo Amaro (CV) no Catete, na zona sul do Rio de Janeiro.

Quem lembra do caso, foi um resgate cinematográfico, com policiais e inocentes feridos por conta do resgate aplicado pelo Comando Vermelho.

Foram realizadas diversas operações em vários territórios na cidade, e nada de achar alguma pista pelo Fat Family.

Mais perto que chegaram, foi na busca que realizaram na comunidade da Nova Holanda (CV) no Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro.


Boatos alegam que o traficante está longe do Rio de Janeiro. Provavelmente escondido em comunidades do CV na região dos Lagos ou na região Serrana.

Mesmo acoitando o chefão do Santo Amaro, a facção teve muitos prejuízos com diversas operações para encontrar o traficante.

Entenda o caso na matéria do R7

 O Chefão do tráfico pesa mais de 100 quilos e mesmo ferido, conseguiu abrir fuga das operações policiais!.

Policia mata frente do tráfico no Cajueiro

Segundo informações dos moradores, houve uma operação no Morro do Cajueiro (CV) em Vaz Lobo, na zona norte do Rio de Janeiro.

De acordo com as informações que são rasas até o momento. Em confronto, mataram três envolvidos com o tráfico de drogas no Morro do Cajueiro.

De quebra, mataram o traficante conhecido pelo apelido de "Bimbinha", que ocupava o cargo de Gerente-Geral do tráfico no Cajueiro, o famoso "frente".

Recolheram uma quantidade não contabilizada de Crack, radinhos e uma pistola.

Vamos aguardar mais informações.


Força Nacional Sofre com as ordens da Milícia Liga da Justiça na zona oeste

É policia pra defender policia, da policia que um dia foi policia!

Que doidera né? Vamos entender o caso.

Há meses os soldados da Força Nacional que estão alojados no Rio de Janeiro para fazer a segurança dos jogos Olímpicos, estão sofrendo com más condições de trabalho.

Foram alojados num Conjunto Habitacional no Anil na zona oeste do Rio de Janeiro, em apartamentos sem condições algumas, onde os próprios soldados tiraram o dinheiro do bolso para comprar utensílios básicos de uma casa.


Estão sem internet e sem conexão de internet, porque para ter acesso naquela localidade, precisa passar pelo crivo do Grupo Miliciano que domina aquela região, e foi ai que começaram os problemas.

Há meses os soldados se queixam na mídia que estão em más condições. Precisam trabalhar com apenas uma farda, que nem sempre é o número certo. Reclamaram do custo de vida no Rio de Janeiro, que é alto segundo os soldados.

E por último, das ordens impostas pela Milícia.

Proibiram os soldados de terem acesso a Internet, e pior, proibiram que andassem armados na região.

Impressionante!

O caso repercutiu, caiu na grande mídia e operações foram realizadas no Anil e na Gardência, em busca dos Milicianos.

Até a Força Nacional consegue sofrer com os desmandos da Milícia!

Entenda o caso na matéria do R7:



 Se os próprios agentes que tem a função de dar segurança, estão sem segurança, o quê faremos?

Globo flagra Bocas de Fumo ao lado da Estação Camará

A Globo News fez uma matéria que abordou a atuação dos traficantes na estação de Camará, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Nessa matéria, relatou uma "boca de fumo" caracterizada por uma "lona branca", bem ao lado da Estação de Camará. Frequentadores relataram que os "vapores" do tráfico entram na estação para vender os entorpecentes, e também, os usuários compram as drogas pelas grades e muros. Uma verdadeira movimentação de drogas na Estação.

Essa estação fica entre as comunidades da Coréia (TCP) e Vila Aliança (TCP) que mesmo pertencendo a mesma facção criminosa, há anos vivem um clima de guerra entre os chefes do tráfico.

Originalmente, essa boca de fumo ao lado da estação, pertence ao tráfico da Coréia (TCP), controlada pelo traficante Milgol, chefe do tráfico no Complexo da Coréia.

Mas os comparsas/rivais da Vila Aliança (TCP) não fazem por menos. Sabendo que aquele local vende muito, por vezes, as bocas de fumo da Vila Aliança se estendem até a Estação de Camará também.

Resumindo, os dois grupos competem para vê quem vende mais na Estação de Camará!

Hoje o clima de rivalidade continua em Senador Camará.

Mas o chefe da Vila Aliança é o traficante conhecido como Natan ou Estrangeiro, que divide a liderança com o traficante conhecido como Ribeiro.

Policia Prende Armeiro do Complexo da Penha

Policia Civil prendeu um "armeiro" conhecido como "Parelhão".

Segundo investigações da policia, ele é responsável por atuar no fornecimento de munição para o tráfico no Complexo da Penha e Alemão (CV) na zona norte do Rio de Janeiro.

Parelhão foi pego dentro de uma Oficina Mecânica na Vila Cruzeiro (CV).

Ele tentou ludibriar os agentes na hora da abordagem, dizendo que era apenas uma funcionário da oficina, e alegando que o chefe não estava no momento.

Ele tinha três mandados de prisão por homicídio, e agora vai responder pelo crime de porte ilegal de munição de uso restrito.

No mundo do tráfico é assim, nem sempre os importantes ficam em cima do morro portando um fuzil e tocando o terror na comunidade.


fonte: Odia 

Rivais invadem a Mangueira e aplicam tiros na casa de um traficante

Novamente os traficantes que saíram da Mangueira (CV) e fecharam com a facção Amigos dos Amigos, voltaram a entrar na sua antiga comunidade.

Segundo relatos, até nas redes sociais, um grupo de crias da Mangueira, entraram na comunidade atrás do gerente conhecido pelo apelido de "Neguinho".

Entraram na comunidade pela lateral do Morro da Mangueira, onde tem uma pequena área de mata. Foram em direção a casa do gerente do tráfico, aplicaram muitos tiros, mas não conseguiram acertar o alvo.


Não acertaram nenhum morador inocente na comunidade.

Pelo visto, foi apenas um "baque", mas diferente dos baques que costumamos ver. Foram certinho na direção da casa de um Gerente do Tráfico. Queriam mata-lo para desestabilizar o tráfico dentro da Mangueira, e também, mostrar que ainda continuam voltar para seu antigo morro.

Com esse, já é o segundo ataque que os "crias" da Mangueira aplicam contra o tráfico da comunidade.

Vamos aguardar.

CV aproveita avanço dos Rivais e Ataca o Cesarão

Aproveitaram que os Milicianos do Conjunto Cesarão em Santa Cruz estavam reforçando a retomada da Favela da Carobinha em Campo Grande.

No dia que Milicianos foram para Carobinha, traficantes do Comando Vermelho do Rodo (CV) em Santa Cruz, entraram no Conjunto Cesarão, como costumam fazer.

Todo vestidos de pretos, e alguns com a farda semelhante a do BOPE. Logo os moradores perceberam que não eram policiais, pois os bandidos ficavam gritando - " é o comando..", linguajar típico do tráfico.

Andaram pelas ruas do Conjunto, e quando foram se retirar do território, bateram de frente com um grupo que estava retornando da Carobinha.


Obviamente os grupos trocaram tiros, e o CV conseguiu balear o responsável pela Milícia do Conjunto Cesarão. O homem que administra os negócios Milicianos a mando do líder, o Carlinhos 3 Pontes.

Balearam os Milicianos conhecido como Pipito e PV. que atuavam em Jesuítas, mas foram para o Cesarão após a prisão do PQD, o ex-responsável do conjunto.

Há 3 semanas o Comando Vermelho vem batendo na insistência de entrar no Conjunto Cesarão, mas como sempre, nunca conseguem, pois logo são expulsos pelo reforços da Milícia.

Vamos aguardar até quando.

Facção ADA domina 7 comunidades na guerra em Japeri. Entenda o caso

Surpreendentemente a facção Amigos dos Amigos está expandido de forma acelerada em Engenheiro Pedreira, em Japeri.

Nas últimas semanas de guerras contra a facção do Comando Vermelho, patrocinado pelos líderes do Complexo da Pedreira (ADA), os traficantes conseguiram tomar as comunidades do Guandu, Piu Piu, 40, Santa Terezinha e Ferroviário, todas comunidades antes comandada pelo CV, e organizados pelo traficante Coroa do Guandu, preso no ano passado.

Mas como uma facção que não era vista naquela região, e do nada, conseguiu entrar em tantas comunidades e aumentar a violência em Japeri?

Segundo informações, ainda na administração criminosa do traficante Coroa do Guandu (Preso) já existia membros do CV insatisfeitos com a sua administração. Que extorquia de forma "miliciana" os moradores das comunidades que ele comandava, e também desvalorizava os próprios soldados do tráfico.


Nessa turbulência de insatisfação, o segundo homem da hierarquia do tráfico em Japeri, conhecido como Ratão, optou por sair e trocar de facção.

Na sua saída de facção, não passava na sua cabeça em montar uma guerra contra seu ex-chefe em Japeri. Mas segundo boatos, uma decisão do Coroa que ocasionou em toda essa guerra por facções em Engenheiro Pedreira.

Segundo boatos, insatisfeito em ver seu braço direito em áreas inimigas, para afetá-lo, o Coroa ordenou que matassem o seu pai em Japeri.

Depois desse caso, o traficante Ratão foi até o Complexo da Pedreira (ADA) em Costa Barros e pediu ajuda para os líderes do tráfico, prometendo invadir todas as comunidades de Engenheiro Pedreira, principalmente as que são dominadas pelo Coroa, como forma de vingança.

Com investimentos alto nas suas costas, o Ratão voltou para Japeri e recrutou os traficantes de Engenheiro Pedreira, prometendo mais condições financeiras. Para somar nas invasões, ele recrutou até traficantes do TCP que atuam em Nova Iguaçu.


E menos de 1 mês abriram uma guerra contra o Comando Vermelho, e tomaram as comunidades do Guandu, Piu Piu, Santa Terezinha, 40 e Ferroviário.

Ontem entraram em mais duas comunidades da região.

Os alvos foram nas comunidades de Beira-Rio e São Jorge, redutos também dominados pelo CV, mas que na hora, estava vazio e sem a presença de um traficante para impedir a invasão da facção ADA.

No total são sete comunidades que foram invadidos pelo grupo do Ratão.


Pelo visto, se não houver mais resistência por parte do CV, em Japeri será um mini complexo de comunidades controladas pela facção ADA, que poderá ser usada para esconder bandidos do Rio de Janeiro.

Principalmente no mês olímpico que está por vir!

Policia Federal captura chefe do tráfico no Morro do Cavalão

Segundo divulgação, os agentes da Policia Federal prendeu o traficante conhecido como Naldo, que foi acusado de chefiar o tráfico no Morro do Cavalão (CV) em Niterói, e por ter forte influência no Complexo de Santa Rosa.

Existiam mandados de prisão em nome do Naldo, e foi capturado apenas com uma quantidade pequena de drogas e uma identidade falsa.

Segundo as investigações, ele comanda o tráfico de armas para o Comando Vermelho de Niterói.

O traficante foi encaminhado para Superintendência da Policia Federal.

Milícia expulsa o ADA e volta para Carobinha

Há algumas semanas os traficantes da facção Amigos dos Amigos (ADA) dominavam a Favela da Carobinha em Campo Grande, um território que foi perdido pela Milícia há anos.

Estavam até comercializando entorpecentes dentro da comunidade, com homens andando de fuzis de dia e de noite.

Mas não durou muito!

Ontem um grupo de quase 40 Milicianos entraram na Carobinha e expulsaram os traficantes do ADA.  Esses Milicianos teriam ligações com o miliciano Carlinhos 3 Pontes, que é o principal líder da Liga da Justiça.


Segundo relatos, até milicianos do Conjunto Cesarão em Santa Cruz, ajudaram nessa retomada.

Pra piorar a situação dos traficantes, os Milicianos capturaram dois envolvidos com o tráfico em Costa Barros, na zona norte do Rio de Janeiro.

Conhecido pelos apelidos de Daroma e Bogo, foram encontrados dentro de esconderijos na Carobinha.  Segundo informações, o traficante conhecido como Daroma, foi executado pelos Milicianos, já o conhecido como Bogo, foi solto mediante á um pagamento.

Esse Daroma seria apenas um soldado que participa de guerras, mas o Bogo tem mais importância para os traficantes. Ele comandava o tráfico no Morro do Jorge Turco em Rocha Miranda, na companhia do seu comparsas Hip Hop.

No jargão do tráfico, ele é conhecido por ser aquele traficante "tiroteio de guerra".

Voltando a Carobinha. Os Milicianos empurraram os traficantes para localidade da Quadra 100, que é um território próximo da mata ao lado da Carobinha.

Voltaram a ficar na situação de antes.

Vamos aguardar.

Traficante Noel ou Esquecero - PROCURADO

Josélio da Silva Ferreira, ou mais conhecido pelos apelidos de Noel, Esquecero ou Seu Moço. Chefe do tráfico em Costa Barros e integrante da facção Amigos dos Amigos.

Noel atuava no tráfico de drogas no Complexo da Maré, onde praticava as suas atividades criminosas a mando do traficante Puma na comunidade da Salsa e Merengue.

Assim que a facção Amigos dos Amigos perdeu o controle dos territórios no Complexo da Mare para a facção TCP, traficantes do ADA se dividiram em várias comunidades administradas pelo Sassá, o homem que era o chefe do Complexo da Maré.

A maioria dos traficantes que eram ligados ao Puma (pres), braço direito do Sassá (preso), forma deslocados para a Favela da Quitanda (ADA) em Costa Barros, um território que também era de domínio do Puma.


Desde então, o Noel pratica seus crimes na Favela da Quitanda. Atuando como traficante e assaltante, onde tinha a função de organizar "bondes" para realizar assaltos a cargas nas regiões da Baixada, Pavuna e Costa Barros, bem como, fornecia armas para os assaltantes.

Assim que o traficante Puma se entregou em 2012, o controle total da Quitanda ficou para o Noel, que deu continuidade nas atividades criminosas da facção na comunidade.
Puma e Sassá capturados em 2005.

O tráfico da Favela da Quitanda já passou por várias turbulências, com mudanças nos cargos da hierarquia do tráfico, até que se especializaram em assaltos e deixaram a "Boca de fumo" em segundo plano praticamente.

O responsável pelos assaltos era o Noel, e também era responsável por recolher os lucros nos assaltos e distribuir para os líderes da facção.

Sempre permaneceu fora da "mídia", em um momento que o foco da policia sempre eram os bandidos  Playboy (morto), Bebezão (morto) e Arafat, até então os chefões do tráfico no Complexo da Pedreira.

Após a morte do traficante Playboy (morto) em 2015 no Morro da Pedreira (ADA), o complexo ficou sem comando e demoraram para achar um líder ideal para adminsitrar os criminosos.

Até então, cada comunidade no Complexo da Pedreira andavam de acordo com as regras dos "Gerente-Gerais" de cada uma, com exceção as favelas do Final e Terrinha, que sempre foram comandadas pelo Arafat. Os morros da Pedreira e Lagartixa seguiam abandonados, sem um líder em questão.

Para aumentar os lucros para sustentar os traficantes e comprar armas para a facção, a liderança entitulou o traficante Noel como o chefão do Morro da Pedreira e Lagartixa.

Como sempre foi do grupo do Sassá e Puma no Complexo da Maré, o seu nome foi bem visto pelos próprios comparsas do Complexo da Pedreira, e também pelos comparsas de facção do Complexo do Caju na zona portuária, território que também é controlado pelo Sassá.

Atualmente o Noel é o "frente" do tráfico dos Morros da Pedreira e Lagartixa, e deixou o posto de chefe da Quitanda (ADA) para o traficante conhecido como TH ou Gordão, chefe do Morro da Caixa D'água em São João de Meriti e braço direito do Arafat.

Mesmo ocupando o cargo de frente na Pedreira e Lagartixa, segundo investigações da policia, o Noel ainda continua controlando os grupos de assaltos da Favela da Quitanda. Recentemente esse grupo furtou um "Carro Forte" perto da estação da Pavuna. O valor provavelmente foi usado para patrocinar avanços por territórios no Rio de Janeiro e no munícipio de Japeri.

Pelo sistema do CNJ, consta um mandado de prisão para o Noel, expedido em 2013.

O Disque-Denúncia oferece a quantia de R$ 1 mil reais por informações que levem a sua captura.

DRFC quebra liderança dos Assaltos em Costa Barros

Hoje como noticiado, o dia amanheceu com a DRFC operando nas comunidades do Complexo da Pedreira (ADA) em Costa Barros.

A intenção era, recuperar as cargas roubadas pelas quadrilhas do ADA, bem como, prender os assaltantes que aterrorizam a região. Fizeram bem mais que isso.

Logo de inicio, apreenderam uma carga de óleo de cozinha, que foi roubada pelas quadrilhas de assaltantes do Morro da Lagartixa (ADA). Geralmente esse tipo de utensílio não tem nenhum valor para os traficantes. Eles costumam repassar para os moradores da comunidade.

Mas tinha mais por vir.
Nem Piloto. FOTO: Favela News.

Quase no final da operação, conseguiram alvejar o assaltante conhecido como Nem Piloto. Ele atuava no tráfico da Favela da Quitanda (ADA) também em Costa Barros.

O Nem Piloto liderava as quadrilhas encarregadas em assaltar caminhão de cargas na região, e nos últimos dias, estava afastado do tráfico, após o traficante conhecido como TH ou Gordão assumir o cargo de número 1 na Favela da Quitanda.

Nem não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital!

Os agentes conseguiram balear a segurança pessoal do traficante conhecido como Raro, que ocupa o cargo de Gerente-Geral no Morro da Lagartixa (ADA), e também chegaram perto do alvo principal da operação. Quase chegaram perto do traficante Arafat, chefe do tráfico na Terra Nostra e Final, e líder das comunidades em Barros Filho.

Essa operação para reprimir principalmente os assaltos na região, conseguiu machucar a liderança do tráfico da facção Amigos dos Amigos.

Não chegaram perto do alvo principal, do traficante conhecido como Noel ou Esquecero, responsável por organizar as quadrilhas de assaltos que atuam nos morros da Pedreira, Lagartixa e Quitanda.

Com toda certeza, operações iguais a essa estão por vir!

Vamos aguardar.

Bandidos ameaçam invadir o Morro da Mangueira novamente

Os traficantes da facção Amigos dos Amigos voltam assombrar o território do Morro da Mangueira (CV) na zona norte do Rio de Janeiro.

No passado, o tráfico no Morro da Mangueira era bastante importante para hierarquia do Comando Vermelho, mas essa importância começou a desmoronar assim que o ex-traficante Polegar largou o crime e deixou o comando da Mangueira.

A partir daquele momento começaram as guerras pela liderança do tráfico no morro.

Tal guerra que ocasionou as entradas das facções rivais. De primeiro momento, a primeira facção a assombrar o tráfico na Mangueira, agora do Marcelo Xará, o novo dono, foram os rivais do Terceiro Comando Puro, liderados pelo traficante Leó 22, um ex-Mangueira que tinha saído do Comando Vermelho.


Ficaram por meses guerreando pela comunidade, até que o grupo do Léo 22 mataram pessoas inocentes em um ataque feito na Mangueira e tiveram que pagar o preço.

Sentenciados pelo traficante Lacosta, chefe da Serrinha (TCP), seus homens executaram todos os traficantes do bonde do Léo 22, e fazendo o mesmo se entregar para policia para não morrer também. Era o fim da guerra pela Mangueira? Infelizmente não!

No ano passado foi a vez da facção Amigos dos Amigos. Recrutaram alguns bandidos insatisfeitos com a nova organização dentro do Mangueira, liderada pelo traficante Bamba, até então o novo "Gerente-Geral" da comunidade.

Insatisfeitos com o CV e o Bamba, os traficantes se distribuíram entre as localidades do Morro do 18 (ADA) e Complexo do São Carlos (ADA), e aplicaram a invasão na Mangueira, concentrados na Vila Miséria, uma localidade próxima a Mangueira.

Até foi divulgado uma filmagem interna dos bandidos invadindo a Mangueira:



A invasão da facção ADA terminou, a partir do momento que os policiais do Choque realizaram uma operação na Mangueira e desfalcou o grupo invasor.

Com desfalques no grupo que estava invadindo a Mangueira (CV), os traficantes do ADA se retiraram do morro, prometendo que iriam retornar.

Após alguns meses, novamente os traficantes do ADA colocaram os pés na Vila Miséria e nem chegaram entrar na Mangueira. Ficou por isso!

No último fim de semana, um grupo saiu do São Carlos (ADA) e guiados pelos "crias" que pularam da Mangueira, entraram no morro e balearam um envolvido com o tráfico na Mangueira.

Saíram, mas prometeram retornar até invadir por completo.

Em estado de alerta, os traficantes do Comando Vermelho estão armados, esperando os rivais do ADA novamente.

No meio dessa situação estão os moradores, que já começaram a mostrar a insatisfação com os "crias" que trocaram de facção e agora atormentam o Morro da Mangueira.

Vamos aguardar.

DRFC procura assaltantes e cargas no Complexo da Pedreira

A Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas está operando no Complexo da Pedreira (ADA) em Costa Barros, na zona norte do Rio de Janeiro.

A intenção é reprimir as quadrilhas de roubos de cargas, além de cumprir mandados de prisão contra os principais bandidos que atuam na Pedreira.

O foco é principalmente nas favelas da Quitanda (ADA) e Lagartixa (ADA), onde existem registro que grande parte das cargas roubadas, são repassadas a partir de pontos estratégicos dessas comunidades.


Os assaltos continuam a todo vapor no Complexo da Pedreira, e segundo relatos, os bandidos roubaram uma carga de mantimentos e vestuários. 

As cargas estavam carregadas de tênis, e uma segunda com óleo e produtos de necessidade básica.

Essas quadrilhas são controladas e patrocinadas pelo traficante conhecido como Noel ou Seu Moço, que hoje administra o tráfico no Morro da Pedreira e Lagartixa (ADA).

Também atuava nas quadrilhas de roubos de cargas na Favela da Quitanda (ADA).

Ainda não houve a divulgação do saldo dessa operação.

Vamos aguardar.

Capturaram o líder da facção ADA em São Gonçalo

Policia aplicou um desfalque na hierarquia do tráfico da facção Amigos dos Amigos em São Gonçalo. Após meses de investigações, capturaram o traficante conhecido como Pivete, chefe do tráfico de alguns territórios da facção.

Pivete tomava conta das bocas de fumo das comunidades;  Rua da Feira (ADA), Tamanco (ADA), Coreia (ADA), China (ADA) e Favelinha (ADA), todas comandadas pelo traficante conhecido como "Negão", que seria o dono de todos os territórios.

O Pivete estaria incubindo de organizar as invasões para retomar o tráfico no Morro da Dita no Jóquei, onde há semanas o Comando Vermelho expulsou o ADA e dominou!

Ele seria um "ponto chave" do elo entre os bandidos do Rio de Janeiro e São Gonçalo.


Sem a presença do traficante Pivete nas favelas citadas, provavelmente a liderança da facção ADA tomará outro rumo.

Até o momento, o posto de chefe foi entregue para o traficante conhecido como "Piratinha", quer seria abaixo do Pivete na hierarquia das favelas controladas pelo traficante Negão.

Vamos aguardar.

Tráfico do CV Proibe Roubos em São Gonçalo

Seria cômico se não fosse trágico!

Rodou nas redes sociais uma foto de um "cartaz", onde teoricamente foi feito por traficantes do Comando Vermelho em São Gonçalo.

No cartaz diz que, os traficantes do Comando Vermelho irão punir pessoas que roubarem nas regiões do Complexo do Anaia, Candoza e Dita, todos territórios controlados por essa facção.

Ainda ressaltam que, se houver morte de um inocente, o mesmo pagará com a vida, caindo no velho e já conhecido "tribunal do tráfico".

Em alto e grande som eles afirmaram no cartaz " PROIBIDO ROUBAR AQUI".



Não sabemos informar se o cartaz é verdadeiro, ou apenas uma "hoax de internet", feito para criar uma polêmica em cima de algo que não existe.

Sabemos que nas regiões citadas sim, está acontecendo um Guerra por controle de territórios, onde está tirando a Paz e o direito de ir e vir da população em geral.

Em especial no Morro da Dita no Jóquei, no último final de semana os traficantes das facções ADA e CV, trocaram tiros na comunidade. A facção ADA quer retomar o seu território, mas o CV virou o dono, e prometem não afrouxar para os rivais.

No meio do fogo cruzado esta a população de São Gonçalo.

O cartaz, é fake?

ADA toma mais uma comunidade em Engenheiro Pedreira

Aconteceu o quê todos já esperavam em Japeri.

Novamente estourou mais uma invasão da facção ADA em comunidades de Engenheiro Pedreira. Agora entraram na comunidade da Ferroviária, que era controlada pelo Comando Vermelho.

Essa comunidade fica bem próxima a Engenheiro Pedreira, e estava sendo protegida pelos traficantes oriundos do Complexo do Chapadão (CV) na zona norte.

Agora os criminosos estão dominando as comunidades do Piu-Piu, 40, Santa Terezinha, Guandu e Ferroviária. Contaram com auxílio de criminosos que saíram do CV e entraram para esse grupo do ADA.

As invasões continuam sendo patrocinadas pelo Complexo da Pedreira (ADA) em Costa Barros, e pelo traficante Arafat, chefe do tráfico em comunidades de Barros Filho, também no Rio de Janeiro, onde enviou criminosos que atuam na comunidade da Terra Nostra (ADA) em Barros Filho.

O homem que controlava o tráfico dessas comunidades, era o traficante Ipojucan Soares de Andrade, o Coroa do Guandu, que também é conhecido pelos apelidos de JJ, Velho ou Gugu.

Ele foi capturado em agosto de 2015 por policiais do Batalhão Rodoviário, quando estava transitando na Rodovia RJ-106, em Araruama na Região dos Lagos.

Coroa já era procurado por diversas anotações criminais em Engenheiro Pedreira, e também por ser o principal distribuidor para a região de Queimados.

Depois que foi capturado, suas comunidades em Japeri foram perdendo as forças e seus próprios soldados começaram abandonar o tráfico em Engenheiro Pedreira.

Mesmo perdendo quatro comunidades para os rivais ADA, os traficantes do CV estão tentando revidar e retomar. Em um novo tiroteio em Japeri, acabaram baleando moradores inocentes.

Os moradores sofrem com os confrontos em Engenheiro Pedreira, que possivelmente não vai ter dia para acabar.

vamos aguardar.


Policia prende dois na comunidade do Muquiço

Policiais do 9º Bpm (Rocha Miranda) entraram na comunidade do Muquiço (TCP) em Marechal Hermes, na zona norte do Rio de Janeiro.

Visando reprimir as quadrilhas de roubos de cargas e principalmente do tráfico de drogas.

Houve confronto na comunidade e dois homens foram presos durante a operação. Foram apreendidos uma pistola 9mm, radio e celular, além da carga que o baleado estava carregando.

Provavelmente era um vapor ou olheiro, que atua na Favela do Muquiço.

Foto: PMERJ

ADA subiu na Dita e expulsou o CV por algumas horas

O clima continua quente entre as facções CV e ADA em São Gonçalo. No último final de semana as facções trocaram tiros no Morro da Dita no Jóquei.

Recentemente o Comando Vermelho invadiu e expulsou o ADA do Morro da Dita. Foram investidos pelo tráfico das comunidades do Tronco, Anaia e Anaia Grande (CV).

Trocam plantões diariamente dentro do Morro da Dita, e são apoiados pelo traficante Falcão, um dos líderes do Comando Vermelho em São Gonçalo. Quem ajudou e guiou os comparsas do CV dentro da Dita, foi um traficante que trocou de facção nos últimos meses.


Mas os bandidos da Rua da Feira (ADA) subiram no Morro da Dita e expulsaram facilmente os rivais do CV, que correram para o Tronco (CV).

Ficaram por horas dentro da comunidade, tirando fotos e pichando os muros do Morro da Dita. Mas saíram da comunidade prometendo retornar.

No lado do CV, os bandidos se queixaram com a liderança do tráfico na Anaia e no Tronco, que não enviaram reforços para ajudá-los na troca de tiros com a facção ADA.


Mesmo depois dessa turbulência organizacional dentro do Morro da Dita, a comunidade ainda continua sob o comando do CV, e que não vai largar o osso no Jóquei.

Vamos aguardar.

CV começa a vender drogas no Morro do Adeus

Tudo leva a crer que agora o Comando Vermelho vai explorar efetivamente o comércio de drogas no Morro do Adeus (CV) em Bonsucesso, na zona norte do Rio de Janeiro.

Um morro que tinha o tráfico abandonado, com uma pequena estica do Terceiro Comando Puro da Parada de Lucas (TCP) e Complexo da Maré (TCP).

Agora os traficantes do Complexo do Alemão (CV) entraram para ficar no Morro do Adeus e já começam a vender drogas nos pontos da comunidade.

Maconha e pó já são comercializadas com as escritas "Morro do Adeus - CV", demonstrando qual a facção está controlando o tráfico por lá.


No inicio dos anos 90, o Morro do Adeus era uma obsessão para a liderança do Comando Vermelho, por causa da rixa entre os traficantes do CV com o traficante Uê (morto), ex-líder do CV, que largou a facção e montou a facção Amigos dos Amigos.

Uê era o chefão mais conhecido do Morro do Adeus.

Também nos anos 90, após executar o Orlando Jogador, chefe no Alemão, o Uê organizou uma invasão na Favela da Grota (CV) no Complexo do Alemão, onde dominou por alguns dias. 

Em seguida, foi expulso pelo grupo do traficante Marcinho Pv (preso).

Desde então existiam rusgas entre o Alemão (CV) e Morro do Adeus, que até então era controlado pelo ADA.

Os anos se passaram e por volta de 2007, o CV conseguiu controlar o tráfico dentro do Morro do Adeus. Abandonando em seguida, dando espaço para um Milícia, ADA e por último, os traficantes do TCP.

Agora com o foco no tráfico do Complexo do Alemão e Penha (CV), para tirar o foco e aumentar a margem de lucro, a facção estendeu o tráfico para o Morro do Adeus.

Vamos vê até quando!

Balearam um rival no Morro do Borel na Grande Tijuca

O clima só vem esquentando entre as facções CV e ADA na Grande Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro..

Já é a segunda vez que isso acontece!

Traficantes do Morro da Chacára do Céu (ADA) foram nos acessos do Morro do Borel (CV) e balearam um traficante rival que estava na segurança do morro.

Isso está acontecendo porque há meses, traficantes do ADA estão entrando para o CV no Morro do Borel. Além da situação crítica entre os traficantes do Morro do Cruz (ADA) e o Complexo do São Carlos (ADA) no Estácio.


Teoricamente a cúpula do São Carlos que oferece apoio para os comparsas da Casa Branca, Chacára e Cruz. Sempre na intenção de entrar no Morro do Andarai (CV), que já foi invadido por diversas vezes.

Mas a relação entre os traficantes da Tijuca e Estácio rachou no momento que a liderança do São Carlos apoiou a morte do frente do Morro do Cruz (ADA), que foi morto pelos próprios comparsas. Acionaram a liderança para dar um veredito, mas não aceitaram as reclamações do Morro do Cruz. Para eles, isso foi uma espécie de uma "Mini traição".

Novamente querem entrar no Morro do Andaraí (CV), mas agora os morros da Tijuca não ofereceram abrigo nas guerras. Apenas a comunidade da Chácara do Céu (ADA) que será a base, pois o tráfico dela tem o patrocínio do traficante Lindinho e apoio do Complexo do São Carlos.

Enquanto isso os traficantes do Morro do Borel (CV) são atacado aos poucos, sempre o ataque começa nos acessos. Os próprios traficantes da Chacára e da Casa Branca sabem que não tem condições de entrar no "miolo" do Borel (CV).

vamos aguardar.

Entraram no Morro da Dita e baelaram um rival

Como informado os criminosos da facção Amigos dos Amigos não desistiram do Morro da Dita em São Gonçalo, que hoje é controlado pelo Comando Vermelho.

Para averiguar a segurança do morro, um grupo formado pelas comunidades da Rua da Feira, Sabão e Boa Vista (ADA) foram na entrada do Morro da Dita (CV) e balearam um rival, oriundo do Complexo do Salgueiro (CV).

Saíram rapidamente do morro para evitar confrontos.

Para retomar o controle do tráfico no Morro da Dita (CV), os traficantes do ADA receberam reforços dos chefões da Rua da Feira e Sabão.


Os traficantes conhecidos como Cabeça (preso) e Negão , são os principais investidores para recolocar o ADA no Morro da Dita (CV).

Quem organizou os bandidos para fazer essa movimentação até o Morro da Dita (CV), foi o traficante conhecido como Pivete, que recebe ordens do Negão, chefe da Rua da Feira.

Já prometeram voltar para o Morro da Dita (CV), mas dessa vez para retomar a comunidade.

Vamos aguardar.

Dinheiro do Carro Forte foi encaminhado para manutenção da Guerra

O tráfico não se movimenta á toa, e muito menos realiza grande assaltos apenas pra ostentar o valor roubado.

Nessa semana os traficantes do Complexo da Pedreira (ADA) roubaram um Carro Forte perto da Estação da Pavuna, na zona norte.

Aconteceu operações no Complexo da Pedreira para achar os "malotes" e principalmente, os autores desse roubo, mas os valores já foram revertidos.

Segundo informações, parte do valor roubado já foi encaminhado para a manutenção da guerra por territórios em Japeri, onde o traficante Arafat é o principal investidor.


Em Engenheiro Pedreira, os traficantes do ADA conseguiram tomar as comunidades do Guandu, Santa Tereziha e Piu Piu. O foco das próximas invasões é na comunidadade do Ferroviário (CV) que ainda é controlado pelo Comando Vermelho, recebendo ajuda do Complexo do Chapadão (CV) na zona norte do RJ.

Além da quantia em dinheiro, foram enviados Fuzis Ar15 e Fuzis Ak47, para dar apoio na segurança das comunidades.

Por quê Japeri? Segundo boatos, haverá ocupação militar nos Complexos da Pedreira (ADA) e Chapadão (CV), e pra evitar prisões, os traficantes procuram um grande conjunto de comunidades para se esconder, e escolheram a Engenheiro Pedreira em Japeri.

Por lá, dizem que o conjunto de comunidades consegue comportar os bandidos do Rio de Janeiro.

Vamos aguardar.

Policia busca os assaltantes do Carro Forte na Pavuna

Policia realiza hoje uma operação no Complexo da Pedreira (ADA) em Costa Barros, na zona norte do Rio de Janeiro.

O motivo é bem simples, ontem roubaram um Carro Forte nas proximidades da Estação da Pavuna, bem próxima ao Complexo da Pedreira.

Segundo relatos, homens armados de fuzis renderam os ocupantes do Carro Forte, e retiraram os malotes de dinheiro. Sem aplicar nenhum tiro, e segundo informações, fugiram em direção a Favela da Quitanda (ADA) em Costa Barros.

Como na região os roubos são constantes pelo Complexo da Pedreira (ADA), o primeiro alvo da policai foram os grupos oriundos da Favela da Quitanda (ADA), uma comunidade que tem um tráfico que vive exclusivamente dos assaltos.

Foto: Odia Online

Segundo boatos, esse assalto foi coordenado pelo traficante conhecido como Noel, que hoje assume o cargo de "frente" no Morro da Pedreira (ADA), e foi efetuado pela quadrilha de assaltantes lideradas pelo traficante conhecido como 500 Mortes, que atua na Favela da Quitanda.

Como já sabemos, esse tipo de assalto de grande valor sempre te uma razão, e conforme a situação da facção ADA no momento, que perdeu as comunidades da Proença Rosa, Mundial e Jorge Turco, e prentendem abrir guerras para retomar as três comunidades. Para concluir esse tipo de missão, envolve muito dinheiro em jogo, que é revertido em Fuzis e pagamentos em possíveis prejuízos.

Hoje para alguma facção invadir um território no Rio de Janeiro, é preciso existir um grande investimento em espécie. Esse tipo de atividade para recolher muito dinheiro em Costa Barros, teve a iniciativa do Playboy (morto) e os subordinados seguem o costume a risca.

Vamos aguardar o resultado dessa operação.

ADA recebe apoio para retornar no Jardim Miriambi

Os traficantes da facção Amigos dos Amigos (ADA) não desistiram da comunidade do Jardim Miriambi em São Gonçalo, que hoje é controlada pelo Comando Vermelho.

Os bandidos que foram expulsos da comunidade, negociaram e agora recebem apoio do tráfico da mesma facção em Niterói.

O chefe do Miriambi que comandava para a facção ADA, negociou diretamente com o traficante conhecido como Cabeça, chefe da Favela do Sabão (ADA).

Cabeça prometeu enviar reforços e armamentos para retomar o Jardim Miriambi. Caso retomem, serão divididos 50% dos lucros da comunidade para amabos.


Com esse acordo fechado, ontem os traficantes do ADA deram um "baque" no Jardim Miriambi, causando a morte de dois moradores que não tinha envolvimento com o tráfico.

O alvo desse ataque foi o traficante Dezão, que já foi integrante da facção ADA, mas assim que o traficante JR, trocou do ADA para o CV, o traficante foi junto e pulou de facção. Baleram um segundo traficante, esse de vulgo "Orelha".

Foi apenas uma invasão para checar o poder de fogo do CV no Jardim Miriambi, mas já alertaram que não vão parar. Entraram até retomar a comunidade.

Para a facção ADA o Jardim Miriambi é mais importante que o Morro da Dita (CV), e seria um território que traz mais lucros para o tráfico, por essa razão eles estão dando importância primeiramente para o Miriambi.

Vamos vê até quando!


Chefe é executado no tribunal do tráfico em Macaé

Como relatado por diversas vezes aqui nesse espaço, hoje, o principal investidor da facção Amigos dos Amigos, são os subordinados do traficante Lindinho (preso), que detém o domínio do tráfico em Macaé, Urubu, Juramento, Mineira, Rio das Ostras e Campos.

Segundo informações, na facção ADA, esse traficante Lindinho (preso) é o criminoso que mais tem poder aquisitivo para investir em guerras, armas e expansão.

Tendo em vista seus ultimos investimentos nos anos que se passaram. Investiu para retomar o Morro do Urubu em conjunto com os líderes de Costa Barros. Foi o principal e único investidor para retomada do Juramento em Vicente de Carvalho, e colocou sua fortuna em outras tentativas de expansão, como as invasões no Conjunto Quitungo e Guaporé, que hoje é controlado pela Milícia.


Os subordinados do Lindinho já chegaram a atuar no Jardim Miriambi em São Gonçalo, que hoje é controlado pelo Comando Vermelho. Para garantir um maior dominío da sua facção, tentou ajudar com soldados e armas os comparsas de São Gonçalo e Niterói, mas ajuda foi negada pela liderança daquela área.

Pelo que foi presenciado, o seu negócio é atuar como traficante empresário, onde tenta evitar ao maximo as guerras e procura duplicar os lucros.

Esse império do Lindinho começou quando o traficante Rogério Roupinol (Lindão) foi morto no Complexo do São Carlos em março de 2010, numa operação da Policia Civil.

Naquela ocasião o Roupinol era considerado como o maior varejista de Cocaína no Rio de Janeiro. Ele refinava a droga no seu território em Macaé, e repassava para as favelas do Rio de Janeiro, com foco na Favela da Rocinha em São Conrado, onde o mercado consumidor era maior e tinha mais poder aquisitivo.

Lindinho era um subordinado do Roupinol, e depois da sua morte, ele assumiu tudo que o Roupinol deixou no mundo do tráfico.

Mas pouco é se falado, mas o Lindinho não é o único que assumiu as finanças do Roupinol, exitiu outro traficante que pegou essa herança. Ele é conhecido como Nem, e até os últimos dividia o posto de chefe com o Lindinho em Macaé.

Nos últimos dias houve uma decisão interna que balançou o tráfico das comunidades que são dominadas pelo ADA em Macaé.

Os homens de confiança do Lindinho, os traficantes Feio e Limão, suspeitaram que os homens de confiança do Nem estavam desviando dinheiro em Macaé, sem passar a verba de forma igualitária.

Aconteceu como acontece em muitas favelas dominadas pelo tráfico no Rio de Janeiro.

Os  suspeitos de fazer esse desvio foi chamado para uma reunião no Rio de Janeiro. Essa reunião aconteceu no Morro do Juramento em Vicente de Carvalho.

Após a reunião bateram o martelo para o "Xeque Mate", e executaram primeiramente o traficante conhecido como Nélio da Mineira, que atuava como gerente-geral em Macaé.

Dois bandidos foram baleados e conseguiram fugir da morte. Eram conhecidos pelos vulgos de Pimba e Pica Pau. Coincidentemente, o tal de Pica Pau era membro da familía do Lindinho, suspostamente o homem que autorizou o "Xeque Mate".

O quarto que caiu no tribunal do tráfico, foi o traficante Nem, o homem que dividia a liderança com o Lindinho em Macaé. Assumia o mesmo cargo de dono, mas na facção ADA o Lindinho era mais conhecido e tinha mais apoio dos chefes do tráfico.

O Nem costumava transitar entre o Morro do 18 (ADA) em Água Santa e Favela da Rocinha (ADA) em São Conrado. Para não deixa-lo escapar, os bandidos fizeram a execução na Rocinha, segundo informações.

Sem entender com clareza o motivo das execuções, os traficantes de Macaé estão com um pé atrás para continuar atuando na comunidade, porque não sabem se podem ser os próximos a cair no tribunal do tráfico.

Não sabem se a decisão foi apenas o Lindinho, ou foi executada apenas pelo Feio sem autorização do Lindinho. O Feio é o braço direito e comanda as finanças e os territórios do Lindinho no Rio de Janeiro e Macaé.

Para abafar, em áreas controladas pelo Lindinho, os traficantes estão proibidos em comentar sobre essas execuções dos comparsas. Assim como aconteceu em Costa Barros após a morte do Playboy em 2015.

Assim segue o ritmo dos traficantes do Rio de Janeiro.

A liderança altera a chefia na Favela da Quitanda

A facção que domina a comunidade da Quitanda (ADA) em Costa Barros, tem como principal lucro os roubos de cargas de diversos materiais, e também com lucros de assaltos pequenos.

Esses assaltos chegaram a dar dores de cabeça para todo o Complexo da Pedreira (ADA), porque atraia operações policiais para dentro do complexo, causando um prejuízo nas vendas de drogas e ocasionando em prisões e apreensões.

Desde a gestão Playboy no Complexo da Pedreira, os líderes eram cientes do risco que corriam levando objetos roubados para dentro do seu território. Auferiam muito dinheiro com essa ação. Até mais do que as próprias vendas de drogas, por essa razão o Complexo da Pedreira (ADA) se especializou em roubos.


Viver de roubos é a principal característica da bandidagem da Quitanda, e o traficar é um mero detalhe para eles. Mas toda ação tem sua reação, e para a facção ADA a reação não foi positiva.

Perderam três comunidades no Rio de Janeiro e uma em São João de Meriti. Tiveram que reogarnizar a lucratividade do grupo, e alterar alguns cargos e líderes no complexo.

Como já relatado, hoje no Morro da Pedreira e Lagartixa (ADA), quem dita as ordens é o traficante conhecido pelos apelidos de Noel, Esquecero ou Seu Moço. Ele era o chefe do tráfico na Favela da Quitanda, mas seu objetivo era lucrar com os roubos de cargas na região.

A pedido do Samuca (preso) ele que comanda a lucratividade do seu território.

Na Quitanda, o local que o Noel atuava, também houve mudanças na composição dos chefes do tráfico e assalto.

Antes existiam várias "vozes" na Quitanda, que se organizavam em conjunto, que eram os bandidos 500 Mortes, Peludinho, Tiroteio (preso), Nem, Noel e 17.

Agora quem administra a lucratividade dos criminosos da Quitanda é o traficante conhecido como Th ou Gordão, que já foi chefe do tráfico no Morro da Caixa D'água em São João de Meriti.

Gordão é braço direito do Arafat, e no passado já gerenciou o tráfico na comunidade da Terra Nostra, Joana D'arc e Eternit em Barros Filho. Para entender a consideração que o Arafat tem por ele, assim que o Playboy morreu, ele entregou todos os fuzis da Caixa D'água (ADA) na responsabilidade do Gordão, que já ocupava o cargo de frente na comunidade.

Agora com mais experiência no tráfico, a pedido do chefe da Quitanda, agora é o Gordão que cuida da lucratividade dessa comunidade em Costa Barros.

Como medida de cautela, as primeiras ordens foram evitar os assaltos próximos a Quitanda e a circulação de motos furtadas dentro da própria comunidade.

Respeitaram as ordens por semanas, mas segundo informações o ritmo voltou a ser o mesmo de antes.

Assim a facção Amigos dos Amigos se organiza para retomar os territórios em Barros Filho e Rocha Miranda.

Tomaram 3 comunidades e continuam avançando

A guerra pelo controle das comunidades em Japeri continua a todo vapor.

Nessa batalha estão envolvidas as facções do Comando Vermelho e Amigos dos Amigos. A facção ADA está atacando os territórios do CV em Engenheiro Pedreira, e segundo informações, conseguiram tomar pelo menos três comunidades.

Essa invasão contou com auxílio de traficantes que trocaram de lado em Japeri, saíram do CV e entraram no grupo do ADA

Os traficantes que invadiram as comunidades do Guandu, Santa Terezinha e Piu Piu, recebem recursos diretamente do Complexo da Pedreira (ADA) em Costa Barros, por ordens do traficante Arafat ou MDO, chefe das comunidades em Barros Filho, também na zona norte.


Para não ter desfalque no seu grupo do Rio de Janeiro, o Arafat enviou soldados que saíram de comunidades perdidas para os rivais. O principal reforço está vindo de soldados oriundos da Favela Para-Pedro em Colégio, que hoje é controlada pelo Terceiro Comando Puro.

A guerra continua em Japeri, com foco na comunidade do Ferroviário, que ainda é controlado pelo Comando Vermelho.

Por outro lado, no meio das facções existem vários territórios Milicianos, que estão de olho no avanço do tráfico em Japeri.

Para não perder o controle total de Japeri, os traficantes do Comando Vermelho estão recebendo reforços do Complexo do Chapadão, na zona norte do Rio de Janeiro.

Vamos aguardar.
loading...