>
NOVOS ARTIGOS ABAIXO
LENDO

Tiros assustaram os moradores no Morro do Zinco

Ontem por volta das 22hrs da noite, foi possível ouvir tiros na região do Estácio, Catumbi e Rio Comprido, que provavelmente vinham do Complexo do São Carlos (ADA).

Segundo relatos dos moradores da região, policiais subiram no reduto do Complexo do São Carlos, passando pelos Morros da Mineira e Zinco (ADA).

Houve um confronto com os traficantes da região, e segundo informações, saíram dois baleados no Morro do Zinco nessa troca de tiros.

Não deram confirmações que os baleados tinham envolvimento com o tráfico de drogas no Morro do Zinco.


A região ficou tensa na madrugada, com tiros misturando com fogos de artifícios, acabando com o sono dos moradores.

As operações não tem muita frequência no Complexo do São Carlos, mas como em todas as comunidades que possui uma Unidade Pacificadora, sempre acontecem confrontos com os traficantes.


Os 16 melhores vídeos sobre o Tráfico de Drogas no Rio de Janeiro da Atualidade

O assunto "Tráfico de Drogas do Rio de Janeiro" sempre teve um tom de "Glamour". Tendo em vista que já foram feitos filmes, documentários e diversas matérias abordando esse tema.

Entrevistas com traficantes, documentários sobre facções e até matérias especiais alguns locais do Rio de Janeiro, já foi sucesso em visualização na internet.

Se lembrarmos o sucesso que foram os filmes Cidade de Deus, Tropa de Elite 1 e 2, e o a série que depois virou filme, chamada de Cidade dos Homens.

Se paramos para pensar, são inúmeras matérias e documentários sobre o tráfico no Rio de Janeiro, tanto do lado do crime, como no lado da Policia, mostrando o dia a dia das operações e etc.

Nessa matéria mostraremos os últimas matérias mais vistas do tráfico carioca, das facções e dos territórios que as mesmas dominam.


Flagras na Cidade Alta (CV)

Um morador cansado da situação da Cidade Alta, dominada pelo Comando Vermelho. Pegou uma câmera e registrou alguns pontos de drogas da comunidade, homens importantes na hierarquia da comunidade naquela época e registros de um baile funk que costumava acontecer na comunidade.  Matéria foi produzida pela Record.




Dia a Dia na Favela de Antares (CV)

Uma equipe de reportagem Francesa, registrou o dia a dia do tráfico na Favela de Antares (CV) em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Esse tipo de matéria é comum ser produzida por equipes de fora do Brasil. Geralmente as facções não confiam na mídia Brasileira, e costumam impedir o acesso das mesmas nas comunidades. São raras exceções.



Fotos de Ostentação do Complexo do Alemão

Essa matéria foi realizada pela equipe do programa Fantástico da Rede Globo, e foi um registros de fotos apreendidas na ocupação do Complexo do Alemão (CV) em 2010.

Nessa matéria, mostra fotos de traficantes que eram importantes para o CV na época, e da liderança da facção no Complexo do Alemão. Apareceram traficantes como Biscoito, FB, Gaguinho, Faustão, Nando Bacalhau e etc.



O Dia a Dia do Nem na Favela da Rocinha

Essa foi uma matéria da Record focada 100% em registrar o dia a dia do traficante Antonio Bonfim Lopes, o Nem ou Mestre, líder do traficante na Rocinha (ADA) e Vidigal (ADA) na zona sul do Rio de Janeiro.

Na época foi um conteúdo inédito e jamais visto sobre o chefão a Rocinha, pois o mesmo era cauteloso em aparecer e media bem os seus passos na Favela da Rocinha. O Nem está preso desde a ocupação da UPP na Favela da Rocinha em 2011.




Flagra no Final Feliz do Chapadão

Novamente uma matéria motivada por insatisfação de um morador, que cansado da presença dos traficantes na comunidade do Final Feliz (CV) em Anchieta, na zona norte.

Nessa matéria foi possível identificar o traficante Davi, chefe do Final Feliz. O homem que tomou o Final Feliz e expandiu o território do CV, estendendo o perigoso Complexo do Chapadão até o bairro de Anchieta.



Traficantes na Favela do Muquiço

Um conteúdo também bem impressionante, mas que não foi gravado por algum jornalista ou pessoa da mídia, apesar de ser colocado em matérias do SBT.

O conteúdo focou nos traficantes da Favela do Muquiço (TCP) em Marechal Hermes, na zona norte do Rio de Janeiro. Nesse vídeo, até o traficante Bonzinho apareceu, o homem que era o frente da favela para o traficante Coronel, que foi preso atualmente.




Flagras do Chefes em Festa no Complexo do Alemão

Esse foi um material que sem dúvidas foi usado em alguma investigação policial, porque é possível notar que o câmera era alguém infiltrado no meio dos traficantes.

Nesse conteúdo impressionante, é possível verificar várias lideranças do Comando Vermelho, bem como o Pezão, que era chefe do Alemão, e também os traficantes Da Cabrita, Avião e entre outros.



Pezão no Complexo do Alemão

Material bem conhecido entre os interessados pelo assunto. Nesse conteúdo, o foco foi a posse do Pezão no Complexo do Alemão, assim que tirou da liderança o traficante Tota, sentenciado a morte pelo Comando Vermelho.

Na época foi um conteúdo inédito e único, onde revelou quem era o famoso Pezão.




Uma Festa de Aniversário no Complexo do Alemão

Conteúdo bem antigo, mas esclarecedor para as autoridades. Era uma festa de aniversário de dois traficantes no Complexo do Alemão.

Contou com a participação de vários traficantes, em um vídeo completamente amador, ou então feio por uma equipe de filmagem, que obviamente foi autorizada.




Flagra do Bonde do tráfico no Complexo da Serrinha

Foi uma matéria focada nos bailes funks dominados pelo tráfico, mas houve um foco em um vídeo que foi gravado no Morro da Serrinha (TCP) em Madureira, na zona norte.

Os traficantes estavam desfilando com fuzis para o alto, e foi provavelmente registrado por um frequentador, que dificilmente seria um informante.



Flagra de Armas na Vila Vintém

Conteúdo bem conhecido e explorado na época da divulgação, onde mostra traficantes da Vila Vintém (ADA) em Padre Miguel, armados e num ponto de drogas da comunidade.

Em um certo ponto do vídeo, aparece o traficante conhecido como Palhaço, que na época comandava o tráfico na Vintém para o Celsinho. O Palhaço era o genro do Celsinho, mas saiu da Vintém acusado de dar golpe na facção.



Flagra do Chefe na Favela do Mandela

Outro vídeo usado para investigação, mas que caiu na internet. Nele aparece o traficante Marcelo Piloto, que comandava o tráfico na Favela do Mandela (CV) na época.

Outro que aparece é o traficante DG, que gerenciava o tráfico em Manguinhos, mas que ficou conhecido por ser resgatado dentro de um Delegacia. Um caso que gerou polêmica no Rio de Janeiro.



Flagra do Baile no Complexo do Caju

Essa matéria foi feita antes da ocupação da UPP no Complexo do Caju (ADA) na zona portuária do Rio de Janeiro.

Registrou muitos bandidos no baile dentro do Caju, inclusive o manda-chuva daquela época, o traficante conhecido como Limão do Caju, que comandava uma das comunidades do Complexo.



Dançando com o Diabo - Flagras em Senador Camará

Sem dúvidas é o melhor documentário sobre o tráfico de drogas no Rio de Janeiro. Ele foi registrado por uma equipe Inglesa, que acompanhou o dia a dia dos traficantes do Complexo da Coréia (TCP) em Senador Camará, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Praticamente apareceram os principais traficantes de Senador Camará. O personagem principal foi o traficante Aranha (morto), que era frente da Coréia a mando do Batgol.

Apareceram também os traficantes Léo Vascão (morto) e Tola, que liderava o tráfico na Vila Aliança (TCP) em Bangu.

Vale a pena assistir novamente!



Entrevista com traficante Playboy da Pedreira

Foi um conteúdo divulgado pela Ong Afroreggae, assim que morreu o traficante Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, que chefiava as principais comunidades do Complexo da Pedreira (ADA) em Costa Barros.

Na época o Playboy era o homem mais procurado pelas autoridades do Rio de Janeiro, e tinha um valor de R$ 50.000,00 pela sua captura. Foi morto em uma operação conjunta da Policia Federal no Morro da Pedreira.



Traficantes da Vila Aliança comemorando aplicando Tiros pro Alto

Esse conteúdo não chocou só o Brasil, como o Mundo inteiro, porque estava nas vésperas da realização da Copa do Mundo no Brasil em 2014.

Na ocasião, em um campeonato de futebol na Vila Aliança, traficantes comemoraram um gol, aplicando vários tiros de fuzil para o alto.



Comente abaixo se ficou faltando algum vídeo para ser relatado na matéria!

TCP Volta Aterrorizar em Mesquita

Traficantes do Terceiro Comando Puro colocaram os pés novamente em Mesquita, um território que essa facção estava quase dominando há meses atrás, mas foi varrida pelo Comando Vermelho.

Segundo informações, alguns crias da Coréia de Mesquita (CV) que pulou para o TCP, avançaram novamente e ocuparam a Barreira de Mesquita, uma comunidade que fica entre as comunidades da Chatuba e Coréia de Mesquita.

Sem relatos de algum tipo de tiroteio, os traficantes deram as caras na comunidade, e o bandido que seria o líder desse grupo, é conhecido pelo vulgo de "Rf".


Dessa vez, essa nova invasão está sendo patrocinada pela liderança de Parada de Lucas e Vigário Geral (TCP), um território forte da facção.

Agora só nos resta saber quanto durará essa investida.

Ou se vão realmente concluir o plano de invasão.

Vamos aguardar.

Policia Sufoca o tráfico na Vila Vintém em Padre Miguel

Já não é de hoje, mas pouco noticiado as operações na comunidade da Vila Vintém (ADA) em Padre Miguel. Território do perigoso traficante Celso Luis Rodrigues, o Celsinho, ou como é conhecido popularmente naquela região, o Trevão!

Hoje foi uma operação convencional do 14º Bpm, que tirou das ruas um suspeito de integrar o tráfico de drogas na Vintém, e apreendeu com ele uma pistola e um radiotransmissor, ou seja, provavelmente era algum "olheiro" da comunidade.

A Vintém se tornou alvo após o ADA abrir guerra pra retomar a Favela da Carobinha em Campo Grande, que continua sob domínio da Milícia.

Dificilmente a Vintém por si próprio abre guerra com algum território. Guerra no sentido de paralisar a região, e tirar o direito de ir e vir dos moradores de Realengo e Padre Miguel.

Por lá eles possuem suas brigas territoriais, principalmente com a Milícia também.

Foto: ilustrativa.

O último atrito com o grupo para-militar, foi devido ao apoio aos "crias" da Carobinha e comparsas da facção ADA em invadir para ficar na Carobinha.

Como viram que o plano foi sem sucesso, pediu que recuassem e cessassem o plano de retomada da Carobinha por enquanto.

Os traficantes que patrocinam essa retomada são o Trevão, Piolho e Pixadão, com apoio do Arafat do Complexo da Pedreira em Costa Barros.

Há quem diga que não desistirão, e já começaram a caçar os Milicianos que participam da Carobinha, pois conseguiram a lista dos homens do grupo do Naldo, o Miliciano que controla a comunidade.

Enquanto isso, algo grande pode acontecer em favor a Vila Vintém. Um plano que foi almejado por anos, e foi protagonizado constantes batalhas em Padre Miguel.

Quem só ganhou nos últimos anos foi o tráfico da Vintém. Inclusive aceitando grupos do lado de lá, mas parece que agora será por definitivo, de dentro pra fora.

Vamos aguardar.

Tiroteio em Santa Teresa e boatos de invasão no Morro da Coroa

Ontem aconteceram relatos de seguidos tiroteios no Morro da Coroa (ADA) na região central do Rio de Janeiro.

Moradores avisaram nas redes sociais que os tiroteios era entre os Morros da Coroa (ADA) e Fallet (CV) em Santa Teresa, duas comunidades que ostentam uma rivalidade de facções há anos.

Como já guerrearam no passado, e na última invasão do Fallet (CV) na Coroa (ADA), os bandidos do Comando Vermelho executou vários traficantes do grupo do Carré, o dono da Coroa, inclusive ferindo até moradores inocentes. Todos pensavam que era um outro episódio dessa guerra que estava sendo construindo.

Mas não.

Segundo relatos da página do Facebook Rio Comprido alerta , o tiroteio foi motivado entre Policiais da UPP e traficantes do Morro do Fallet (CV). Como a Unidade Pacificadora fica entre as comunidades da Coroa e Fallet, pela direção dos tiros, pensaram que era no Morro da Coroa.

Inclusive, alertaram que foi mais uma tentativa de ataque dos traficantes do Fallet (CV) na Rua Navarro, e aconteceu por volta das 21hrs.

Essa confirmação encerrou qualquer tipo de boato de invasão naquela região.

Esse sentimento aparece em qualquer tiroteio naquela região, pois há dias os traficantes do Complexo do São Carlos (ADA) ameaçam invadir o Morro do Fallet (CV) e também o Morro do Turano (CV) na Tijuca.

Aquela velha rixa entre facções diferentes, dividindo o mesmo território.

Por enquanto nada aconteceu, mas é preciso ficar alerta com as movimentações das facções na região do Estácio, Teresa, Catumbi e Rio Comprido.

Vamos aguardar.

BOPE e PM Iniciam Operação para Retirar Barricadas no Rodo

Policiais do BOPE e do 27º BPM (Santa Cruz) iniciaram uma Operação na Favela do Rodo (CV), para coibir o tráfico de drogas e retirar as barricadas na comunidade.

Logo no inicio da operação, houve um intenso tiroteio com os traficantes do Rodo, assustando os moradores da região. Escolas tiveram que fechar as portas por medida de segurança.

Os policiais apenas retiraram as barricadas que costuma atrapalhar a entrada do Caveirão e veículos da Policia.

Um Policial foi baleado de raspão no braço durante o tiroteio. Ele foi encaminhado para o Hospital Pedro II.


E os traficantes do Comando Vermelho do Rodo, continuam dando trabalho nas ações policiais em Santa Cruz. Por lá, virou um reduto lotado de bandidos de diversas áreas dessa facção, causando dores de cabeça para as autoridades.

Sem contar os avanços da Milícia do Carlinhos 3 Pontes, que almeja dominar as favelas do Antares e Rodo (CV) futuramente.

Difícil.

Policiais da DCOD fazem Cerco Contra Traficantes em Manguinhos (CV)

Policiais da Dcod entraram na comunidade de Manguinhos (CV) para reprimir o tráfico de drogas na comunidade.

Tentaram fazer um cerco contra os traficantes do Comando Vermelho, principalmente os elementos que atacam a UPP no Jacarezinho (CV) e fogem para Manguinhos quando a situação aperta com a policia.

Como todos sabemos, atualmente existe um clima de tensão e guerra, entre Policiais e traficantes na Favela do Jacarezinho.

Os agentes abordaram suspeitos dentro de Manguinhos, e encaminharam para delegacia para averiguação, para verificar se existe alguma anotação criminal ou mandado de prisão pendente.

Esse é o cenário da região de Manguinhos, Mandela e Jacarezinho.

Piorou quando os traficantes do Jacarezinho decidiram atacar os Policias da UPP.


---


ADA retorna para Dita e TCP abandona morros recém conquistados

Na calada da noite os traficantes do Terceiro Comando Puro entraram no Morro do Tronco (CV) no Jóquei, expulsaram o CV na região.

Contaram com ajuda dos comparsas que ocuparam as comunidades da Alma e 590, e uma porção de traficantes do Complexo da Maré, enviados para ajudar nesse processo de expansão em São Gonçalo.

Só que nem cantaram vitória direito, e os traficantes do ADA entraram nessa madrugada no Morro da Dita, também no Jóquei. Um território que eles perderam há poucos dias.

Aconteceu um intenso tiroteio na comunidade, e conseguiram expulsar o TCP, que correu em direção da Favela da Alma e 590, que continua sob posse dessa facção.

Um grupo do TCP que tinha acabado de ficar com o Morro do Tronco, também abandonou a comunidade, com medo de um revide da Dita no Tronco. Lembrando que essas comunidades são praticamente coladas. Separadas apenas por uma rua.


Relatos apontam que o grupo do ADA invadiu em grande número a Dita, mas não desceram para o Tronco, quando souberam que o TCP abandonou o território.

Com certeza, com o território abandonado no Tronco, os traficantes do CV retornaram para ocupar a comunidade novamente, e voltar o cenário de antigamente.

O problema é que os moradores do Jóquei e região, vão sofrer com as investidas de todos os lados das três facções que estão ocupando a região.

O ADA tentaram retomar as favelas da Alma e 590.

O CV continuará nessas investidas para expulsar o ADA na Dita, como já faziam.

O TCP não desistirá do investimento que está sendo feito, e é bem provável que retornem para Dita, em seguida para o Tronco.

Existem boatos também, que o traficante Levi da Alma, está para sair da cadeia, e organizará a retomada da Alma e 590, os seus territórios tomados pelo TCP.

E a população de bem vive nesse fogo cruzado no bairro do Jóquei em São Gonçalo.

Vamos aguardar.

Traficantes Acertam um Sargento em tiroteio no Complexo do Lins

O dia começou com clima de tensão no Complexo do Lins (CV) na zona norte. Logo pela manhã, houve um intenso tiroteio dentro do complexo, obrigando a interdição de várias vias, principalmente a Autoestrada Grajáu-Jacarepaguá.

Teve motoristas abandonando os carros para se proteger dos tiros, e policiais caminhando com fuzis entre os carros, que ficaram parados nas vias.

Aconteceu como já está virando algo comum dentro do Complexo do Lins, que possui uma Unidade Pacificadora.

Policiais da UPP bateram de frente com um grupo armado do Comando Vermelho, quando estavam chegando na comunidade da Cotia.

foto: Odia

Obviamente houve uma troca de tiros, e que gerou esse caos na região.

Um sargento foi baleado de raspão na perna, e dois moradores também saíram baleados nesse confronto dentro do Lins.

Policiais do 3º BPM (Méier), BOPE e GIT, foram dar apoio na comunidade pela parte da manhã, mas a situação já está controlada.


TCP entra na Dita e o ADA corre para o Jardim Miriambi

E o processo de "terceirização" da facção Terceiro Comando Puro no Jóquei, em São Gonçalo, continua a todo vapor.

Nessa madrugada, traficantes do Terceiro Comando Puro entraram no Morro da Dita, e expulsou os rivais do ADA, que correram para o Jardim Miriambi, também em São Gonçalo.

Há dias o ADA vem sendo amassado pelos rivais. Uma hora é o CV, mas não conseguiram ficar na Dita, mas agora com o TCP da Alma auxiliando na guerra, é bem mais provável que a Dita seja dominada  pelo TCP.

No grupo do TCP que entra direto na Dita, é formado por traficantes da Favela da Alma, Candoza e traficantes que trocaram a Dita pelo TCP da Alma.

Há quem diga que os chefes da Vila do Pinheiro (TCP) estariam patrocinando os traficantes que ganharam a missão de terceirizar o Morro da Dita, no Jóquei.


Pra entender esse enfraquecimento do tráfico do ADA na Dita.

Primeiro, lá no passado, o Dril, até então chefe do Morro da Dita, roubou o morro de um comparsa de facção, onde na gíria do tráfico, eles usam a terminologia de "prender o morro".

Desde então, ele se tornou o chefe do tráfico no Morro da Dita no Jóquei.

Mas os golpes não pararam por ai, e na época que aquele região do Jóquei tinha um predomínio do ADA, que começava no Complexo da Alma, Tronco e Dita, houve um outro "golpe".

Dril arrumou uma atrito com o responsável pelas bocas de fumo no Morro do Tronco, ainda quando era ADA. O traficante era conhecido como Playboy, e por não ter muito que fazer, acabou aceitando perder o Tronco para o Dril, próprio comparsa de facção, que ganhava apoio dos líderes do ADA em São Gonçalo e Niterói.

Não foi por menos, mesmo preso, o Playboy resolveu pular de facção e integrar no Terceiro Comando Puro.

O Tronco virou CV, porque o ADA não conseguiu proteger seu território, e o próprio CV do Tronco, começou a invadir o Morro da Dita semanalmente.

Há quem diga que o Playboy é o grande cabeça dessa expansão do TCP em São Gonçalo. Aceitando insatisfeitos na Alma, Dita, Jd. Miriambi e Vila 3.

Formou um grupo, que ganhou patrocínio dos líderes do TCP.

Se confirmado que a Dita será controlada pelo TCP, o próximo passo é o Playboy retomar o Morro do Tronco, mas agora sob a bandeira do TCP.

Os próximos passos é entrar no Morro do Girassol, Vila 3 e Jardim Miriambi, formando um grande complexo de comunidades, mas agora dominada pelo TCP.

Os primeiros passos estão sendo aplicados nos territórios do ADA, porque eles olham com fraqueza, e quando necessário, seduzem os soldados com mais beneficios entrando para o tráfico do TCP.

Já tem muitos soldados querendo entrar para esse grupo que se instalou no Jóquei, e provavelmente, outras áreas sofreram com invasões.

Vamos aguardar.

Baixas no Tráfico e Inocente morto na Favela do Jacarezinho

O feriado prolongado continua com constantes confrontos entre policiais e traficantes da favela do Jacarezinho (CV) na zona norte do Rio de janeiro.

Confrontos que até afetaram no funcionamento da SuperVia, no ramal para Belford Roxo.

Mas ontem o saldo foi favorável para as autoridades.

Realizaram uma intensa incursão no Jacarezinho, na área amplamente dominada pelo Comando Vermelho, e não só realizaram apreensões de drogas e armas, como prenderam supostos responsáveis pelo tráfico no Jacarezinho.

O Batalhão de Choque prendeu os traficantes conhecidos como Chico Bento e Fred, e teve um terceiro elemento que foi baleado, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A policia conseguiu identificar o Chico Bento facilmente, pois o mesmo não possui a mão esquerda, perdida na tentativa de lançar uma granada há anos atrás.

Ontem também, os traficantes do Jacarezinho executaram um Pastor Evangélico dentro da comunidade, confundido como um Policial.

O homem estava voltando da igreja, quando foi atingido num beco, não resistiu aos ferimentos e veio a falecer.

Mais uma vida inocente perdida no "caos" que se encontra o Jacarezinho.

Vamos aguardar.

Sequestro de Miliciano é um próximo capítulo do ADA na Carobinha

Ano passado os traficantes da facção Amigos dos Amigos (ADA) tentaram invadir a Favela da Carobinha (Milícia) por diversas vezes.

Mas no máximo, ficaram em poucos setores da comunidade, principalmente na localidade da Quadra 100, um local onde o ADA permaneceu por mais tempo.

Os últimos acontecimentos esquentou os conflitos entre os Milicianos e os traficantes.

Em vídeo que circula nas redes sociais e disponíveis em algumas redes, mostra os traficantes do ADA sequestrando um Miliciano da Carobinha. Fizeram chacota do Para-militar, ridicularizaram e obrigaram o rival a fazer o símbolo da facção ADA.

Não mostraram a execução dentro do vídeo, mas fotos que circularam também nas redes sociais, mostram o Miliciano todo "picotado", onde provavelmente foi executado por golpes de machado.

Esse Miliciano era conhecido como Bubinha, e segundo informações, era homem de confiança do Miliciano conhecido como Naldo ou Nd, que organiza as atividades Milicianos na Favela da Carobinha em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro.



O Bubinha teria ido buscar traficantes escondidos na "Quadra 100", em uma área de mata, mas bateu de frente com um número bem maior que eles imaginavam.

Para azar do Miliciano, seus comparsas correram da mata e o abandonaram nas mãos dos traficantes, e o final foi o quê todos já vimos.


Novamente a Guerra dentro da Carobinha pode estourar, pois os líderes da Vila Vintém (ADA) e Morro do 18 (ADA) em Água Santa, ordenou que tomassem de vez o controle da Carobinha.

Os "crias" da Carobinha que estavam abrigados em outras comunidades, já foram deslocados para a zona oeste, e já se encontram na Quadra 100.

Bem provável que presenciaremos novos dias de confrontos.

Vamos aguardar.

Chefe do Tráfico da Otto morre de Infarto

Ontem os Policiais do 12º BPM (Niterói) entraram a noite no Morro dos Marítimos/Otto (CV) e conseguiram matar o chefe do tráfico local.

Na realidade o traficante Vinicyus Marinho Gisbert Barbosa, o Rato, acabou morrendo de infarto na hora do confronto com os Policiais, e seu segurança foi baleado e morreu na hora.

Rato ocupava o cargo de frente no Morro da Otto (CV), quando saiu da facção ADA e assumiu a chefia, patrocinado pelo CV.

Rato trabalhava para o traficante Dada Mineira, que saiu do Rio de Janeiro para patrocinar as guerras por territórios para o CV. Inclusive, assim que morreu um outro Rato, mas chefe da Vila Ipiranga (CV) o Dada ganhou a liderança da Vila de mão beijada, mas em conjunto do já conhecido Nai da Mineira, onde controlam o território em conjunto.


Inclusive, os dois patrocinaram a guerra nas comunidades do Bairro da Fonseca em Niterói, mas acabaram perdendo tudo novamente para o Terceiro Comando Puro.

Em resumo, o Rato que faleceu ontem de infarto, era subordinado dos traficantes Nai e Dada da Mineira.

Há meses atrás, o Rato ordenou a morte do traficante conhecido como Morres, que também trocou de facção e foi para o CV, sendo abrigado pelo traficante Pixote da Coruja, que se encontra preso.

Com a morte do Rato e ascensão do TCP em Niterói, hoje o CV na Otto corre risco.


Podem perder em uma retomada patrocinada pelo ADA, ou então, perder novamente para o TCP, que está patrocinando muitas guerras fora do Rio de Janeiro.

Vamos aguardar.

CV expandiu seu poder na região central do Rio de Janeiro

Traficantes do Comando Vermelho expandiram seus domínios na região central do Rio de Janeiro.

Jovens que frequentavam o Morro da Providência (CV) na região central, montaram uma boca de fumo na pequena comunidade do Morro da Conceição (CV), próximo a praça Mauá.

Como era um morro que não tinha facção e muito menos uma boca de fumo, e grande parte dos jovens viciados eram simpatizantes do CV da Providência, a facção tratou de ocupar a comunidade para lucrar.

A Conceição era uma comunidade tranquila, e os moradores não sabiam o quê era conviver com as leis do tráfico, mas parece que agora será diferente, para o terror da comunidade.

Jovens a mando dos líderes da Providência, começaram a impor ordens no Morro da Conceição (CV) entregando diversas proibições nas comunidades, inclusive instalação de câmeras de seguranças na comunidade.


Agora o CV fechou um cinturão importante para eles no centro, começando no Morro do Pinto em Santo Cristo, passando pela Providência, Livramento e Conceição.


Já começaram a ter operações na comunidade da Conceição, para começar a retirar e prender os traficantes que ocuparam a comunidade, tentando matar o mal pela raiz.

vamos aguardar.

Responderam a invasão com um baque na Vila Norma

Briga de Gato e Rato, o cotidiano que vivem as facções criminosas do Rio de Janeiro.

Nos últimos dias, os traficantes do Comando Vermelho do Morro do Chapadão (CV) em Costa Barros, aplicaram uma invasão relâmpago no território da Terra Nostra ou Terrinha, comandada pela facção Amigos dos Amigos.

Mesmo sendo de uma hora pra outra, estremeceu a região, e trouxe uma tarde e noite sem tranquilidade para os moradores da região.

Nos últimos dias, para responder a invasão na Terrinha, os traficantes do ADA entraram na comunidade da Vila Norma (CV) em São João de Meriti.

Vila Norma é um território extenso, que fica entre as regiões de Mesquita e São João de Meriti, e comandada pelo CV.


ADA naquela região, só tinha na localidade da Bacia do Éden, mas acabaram perdendo o controle para o CV do Morro do Castelinho, assim que o traficante Playboy morreu, em uma operação da Policia Federal no Morro da Pedreira em Agosto de 2015.

Os bondes que entraram na Vila Norma (CV) foram organizados no Complexo da Pedreira (ADA) em Costa Barros, em conjunto com os traficantes da Caixa D'água em São João de Meriti.

Na Caixa D'água quem comanda é o traficante conhecido como Gordão ou TH, um bandido da confiança do Arafat, chefe no Complexo da Pedreira.

Gordão costuma guerrear frequentemente com os rivais do CV, tentando invadir os morros da Igrejinha, Fumacê, Azul e Amor.

Para entender o motivo do baque na Vila Norma (CV) podemos considerar que na Terrinha (ADA) quem organizava o tráfico para o Arafat era o Gordão, que agora migrou para fora do Rio de Janeiro.

Pode não ter muita relação, mas o quê chamou atenção, foi que entraram no território do traficante Marcinho PV, presidente do Comando Vermelho, e chefe da Vila Norma, sua terra natal.

Seria uma espécie de revide ou foram para mapear e tentar algo futuramente em São João de Meriti?

Lembrando que só foram de Baque, e já saíram da comunidade no mesmo instante.

Vamos aguardar


Chapadão Com Novo Chefe

Sem dúvidas hoje o Complexo do Chapadão é um território muito armado e violento do Rio de Janeiro. Especialista apontam que a violência que assolava os Complexos do Alemão e principalmente da Penha, migrou 60% para os bairros da Pavuna, Costa Barros, Anchieta e Guadalupe.

Não é por menos, os donos do tráfico no Chapadão, são os mesmos que ditavam as regras de perto no Complexo da Penha e continuam ditando no Alemão.

Quando tem uma baixa na liderança do Morro do Chapadão (CV) sempre aparece uma figura já conhecida pelas autoridades para assumir o cargo.

Após as prisões dos traficantes Fú, Claudinho e Binho do Engenho, novos nomes foram colocados na frente, para assumir a hierarquia do Morro do Chapadão e adjacências.

O principal nome na lista era do traficante Ricardo Severo, o Faustão, que ocupava o cargo de gerente e segundo homem de confiança do traficante Fabiano Atanásio, o FB (preso), que liderava o Complexo da Penha em conjunto com seu comparsas Mica (preso).


Faustão respondia todas as ordens do FB, e curiosamente, em uma das escutas feitas pelas autoridades, captaram um áudio, onde o FB ordenava que o Faustão comprasse "pipa e linha", para garantir o divertimento do seu chefe no Complexo da Penha.

Ele foi capturado no meio do processo de pacificação da Penha (?), onde tentou furar um bloqueio policial na companhia do Tássio Fernando Faustino, o Branquinho, que ocupava o cargo de terceiro homem no Complexo da Penha.

Naquela época, para as autoridades, a captura simultânea dos traficantes Faustão e Branquinho, foi uma vitória para o processo de pacificação.

Na época, essa tentativa de fugir do "confronto" na Pacificação da Penha, irritou o traficante FB, pois as ordens era não abandonar o complexo.

Foi preso, mas pensaram que não iria assumir nenhum cargo para o CV, mas o tempo mostrou que não funcionaria dessa forma.

Ele saiu da cadeia ano passado (2015), voltou para o barril de pólvora chamado "Penha", mas ficou pouco tempo e logo fugiu para o Complexo do Salgueiro (CV) em São Gonçalo.

Por lá, levantou a comunidade em questão de fuzis e transição com os comparsas da Penha no Rio de Janeiro.

Foi solicitado que assumisse o tráfico no Morro do Chapadão, mas como as operações estavam intensas em Costa Barros, ele negou o cargo e continuou fora do Rio de Janeiro.

Para "tapar buraco", assumiram os traficantes Tubarão e Lorão, mas não ficariam por muito tempo.

Hoje quem lidera o Morro do Chapadão (CV) é o Faustão. Inclusive, a última invasão na comunidade da Terra Nostra (ADA) em Costa Barros, foi organizada por ele e seu novo grupo que está no Chapadão.

Os soldados liderados pelo Carlos José Fernandes, o Arafat, começaram a aplicar tiros em direção a localidade da Bomba no Chapadão (CV).

Faustão se irritou e armou uma invasão de "Boas Vindas" para o Arafat, e atravessou em direção ao Terra Nostra com um grupo fortemente armado, carros e motos.

Entraram no Terra Nostra e fizeram o ADA correr, pedindo ajuda para os comparsas do Morro da Lagartixa (ADA).

Foi um salseiro em Costa Barros, mas o grupo do Faustão recuou para dentro do Chapadão. Não queriam tomar o Terrinha, apenas foram de "baque", para assustar o grupo do Arafat.

Como de fato assustou!

Será que a nova administração do Morro do Chapadão (CV) começará a incomodar os rivais de muro, principalmente os inimigos do ADA?

Vamos aguardar.

Golpe Milionário no Final Feliz do Chapadão

Se de um lado existe organização, do outro, desorganização e falta de confiança por parte da liderança do tráfico.

Aconteceu na comunidade do Final Feliz (CV) em Anchieta, que compõem o perigoso Complexo do Chapadão (CV) na zona norte do Rio de Janeiro.

Boatos que rola na comunidade, é que o chefe momentâneo aplicou um golpe Milionário no traficante Davi, dono maior da comunidade do Final Feliz.

Assim que foi capturado em 2014, o Davi deixou como responsável o seu homem de mais confiança no momento, o traficante conhecido como Rd.

RD ocupava o cargo de gerente-geral desde o tempo que o traficante Davi estava solto, comandando o tráfico dos seus territórios de perto.

Assim que o Davi saiu de circulação no Complexo do Chapadão, o RD assumiu, e as bagunças começaram em Anchieta, principalmente no Final Feliz.
Rd e Davi.

Não se sabe exatamente o motivo do Golpe, mas assim que estouraram as constantes operações para o lado oeste do Complexo do Chapadão, o Rd foi rebaixado de cargo no tráfico da comunidade, e voltou a ser gerente de boca.

Existem boatos que os traficantes do Morro do Chapadão (CV) iriam liderar o Final Feliz (CV) a pedidos do Davi, na época que os chefões do Chapadão eram os traficantes Fú da Mineira, Claudinho e Binho do Engenho.

Naquele momento, o Rd se retirou da comunidade, levando consigo uma quantia aproximada de R$ 600 mil reais, e mais seis fuzis, contabilizando um prejuízo de quase 1 milhão de reais nos lucros do Final Feliz.

Não se sabe sobre o paradeiro do Rd, e existia um receio que ele fosse para a facção ADA do Complexo da Pedreira, mas essa transição não aconteceu.

Boatos que rola na comunidade dão indícios que se retirou para zona oeste do Rio de Janeiro, onde seu destino provavelmente seria o tráfico em Senador Camará, na área do Terceiro Comando Puro. Não confirmado!

Outro boato que ronda na comunidade, e que me parece ser mais plausível no momento, é que o provável destino do traficante Rd, teria sido o Espírito Santo, onde estaria patrocinando uma quadrilha que aplica assaltos a agências bancárias.

Por último, seria o provável abandono das ações criminosas no Rio de Janeiro, levando consigo apenas a quantia que ele entendia ser de direito.

Contudo, esse considerado "Golpe", causou estranheza entre as lideranças do Complexo do Chapadão, deixando de olhos bem abertos, pois quando acontece esse tipo de "Golpe", os traficantes costumam voltar para a comunidade, apoiados por outra facção criminosa.

Mas não seria esse o futuro.

Isso retrata quando um território perde seu líder criminoso, mesmo que assuma seu homem de confiança, mesmo não sendo aquele "administrador" que todos esperam, a organização tende a piorar e ficar caótica.

Esse é mais um caso das centenas de "golpes" que acontecem entre traficantes no Rio de Janeiro.

Veja o último flagra feito no Final Feliz.



Policia Civil Prende Mulher do Davi do Final Feliz

Na última quinta-feira no Recreio dos Bandeirantes, os policiais da DRFA prenderam a mulher do traficante Davi, chefe do tráfico no Final Feliz (CV) em Anchieta, que faz parte do Complexo do Chapadão (CV) na zona norte do Rio de Janeiro.

Contra ela havia uma mandado de prisão preventiva, por associação ao tráfico de drogas e tráfico de drogas.

Essa não é a primeira e nem será a última mulher que sofre por se envolver com os chefões do tráfico no Rio de Janeiro.

Davi comanda o Final Feliz e as localidades próximas, e foi capturado em 2014 pela Policia Civil.

Tem status de chefão dentro do Complexo do Chapadão, e ganhou a mesma consideração dos traficantes Fabiano e Bacalhau, chefes do Morro do Chapadão (CV).

O Complexo do Chapadão é um território extenso e com vários donos, mas nas partes do Davi a bagunça rola solta, com assaltos na região e ataque aos Policiais locais.


Só perde para os criminosos que agem no Gogó de Guadalupe (CV), que também fazem parte do Complexo do Chapadão, mas são controlados (ou não) por outro dono, que dificilmente consegue impor o respeito no seu território, porque está preso e quem responde por ele, não tem moral para segurar os subordinados na região.
Davi - Final Feliz

Diferente do Dando da Mangueira, no Final Feliz, o Davi bem que tanta organizar o tráfico mesmo preso, mas nos últimos meses tomou um "Golpe Milionário" de um Gerente, onde achou que estava recebendo pouco na gerência do Final Feliz.

Será que contado em breve!

Por enquanto, leia o artigo completo que explica como Funciona o Complexo do Chapadão e quem são os donos das comunidades que compõem o complexo.

Desorganizado e com vários donos. Assim funciona o tráfico no Complexo do Chapadão



Traficates do Morro da Pedreira Atiram em Policial nos Acessos

Aconteceu hoje a tarde em Costa Barros.

Uma viatura da policia militar do 41º BPM (Irajá) foi baleada por traficantes na Rua Embaú, quando abordaram um grupo suspeito.

Lá da Pedreira, aplicaram tiros em cima da viatura, que atingiu um soldado na barriga. Ele foi socorrido e levado para hospital Getúlio Vargas na Penha, mas foi transferido para o Hospital centra da Policia Militar no Estácio.

Relatos deram conta que momentos antes, um grupo roubou uma carga e correu em direção a Favela da Quitanda (ADA), bem perto do ocorrido.


Quando falamos de assaltos a carga, sabemos que naquela região os principais autores são os grupos oriundos da Quitanda (ADA) e Pedreira (ADA).

Põe mais uma ocorrência para conta do traficante Emerson Brasil, o Raro, chefe do tráfico no Morro da Pedreira e Lagartixa (ADA).

Vamos aguardar.

As fronteiras dentro do Jacarezinho

Num piscar de olhos a Favela doa Jacarezinho (CV) se criou uma faixa de Gaza interna, com confrontos diários e com trincheiras traçadas dentro da comunidade.

Por quê de repente começou acontecer isso?

Se lembrarmos, a instalação da Unidade Pacificadora na Favela de Jacarezinho (CV) começou em Outubro de 2012, com operações nas comunidades do Mandela, Manguinhos e Varginha, o famoso Complexo de Manguinhos.

Na ocasião o tráfico dominava completamente aquela região, e não era por menos que virou um Complexo perigoso do Comando Vermelho.

Naquela região, tínhamos as presenças de muitos traficantes alto na hierarquia do CV, bem como os traficantes Marcelo Piloto, Churrasquinho, Davi Paraíba, Lorinho, Ebinho, FB, Capoeira, Leno, Fred, Lex Luthor, Índio do Mandela, 2B, e entre outros.

Grande parte dessa turma, ganhou os cartazes policiais, depois que realizaram o audacioso resgate do traficante DG de Manguinhos, que ocupava apenas o cargo de gerente do tráfico na comunidade.

Há quem diga que após esse resgate, os dias estavam contados para a entrada da UPP no Jacarezinho e adjacências.


E entrou!

Grande parte dessa turma, ou foi capturada, ou morreu em confronto com a Policia. Algumas cabeças foram deslocadas para as favelas do Rodo e Antares (CV) em Santa Cruz, e alguns membros também foram mortos em confrontos com a Milícia da zona oeste.

O estopim, o DG de Manguinhos, que incentivou a entrada da UPP no Jacarezinho, Mandela e Manguinhos, acabou morrendo em confronto com o BOPE na favela da Nova Holanda (CV) no Complexo da Maré.


Com a Unidade Pacificadora tentando dar segurança para os moradores do Jacarezinho, e seu dono, o Lambari, controlando a comunidade de dentro dos presídios, por anos, o tráfico trabalhava no estilo formiguinha.

Policiais da Unidade Pacificadora tomavam conta de toda a comunidade do Jacarezinho, podendo andar em qualquer canto da comunidade, correndo o risco de bater de frente com algum traficante vendendo droga, ou então, passando armado.

Tinha confronto, mas nada de tão grave, como nos dias atuais.

Mas do nada o barril de pólvora estourou dentro do Jacarezinho.

Há quem diga que o traficante Lambari foi pressionado pela cúpula do Comando Vermelho, e traficantes de outras localidades começaram a frequentar o Jacarezinho.

Dentro do CV, a ordem era expulsar a UPP da favela do Jacarezinho, e começaram os tiroteios!

A ocorrência se agravou e tiveram que retirar os soldados da UPP para treinamentos e aprimoramentos, e da Cidade da Policia, realizaram uma nova ocupação dentro da favela.

Segundo informações dos moradores, agora o Jacarezinho esta dividido entre Policiais e Traficantes do CV. Cada grupo fica no seu local, e quando batem de frente, acontecem os tiroteios que estamos presenciamos.


Moradores relataram que agora a UPP só aparece no alto do Jacarezinho, e dificilmente os Policiais fazem patrulhas nas localidades do Pontilha e Stuba, que hoje estão dominados completamente pelo tráfico.

Tem moradores afirmando que o clima está ficando pior que o Complexo do Alemão (CV), e até carros furtados estão entrando na comunidade diariamente, com fuzis de grosso calibre apontado sempre em direção a UPP.

Não passando pelo cinturão que foi feito pela UPP, que começa na Travessa Jerusalém, descendo na Rua Darcy Vargas e continua pela Esperança até os limites da favela.

Pra baixo desse cinturão, é o domínio do tráfico, onde dizem que é outro Jacarezinho dentro do próprio Jacarezinho.

Esse é o cotidiano dos moradores!

Tiroteio na Favela do Jacarezinho Atrapalha andamento na Supervia

Houve uma troca de tiros entre traficantes do Cv e Policiais da UPP na estação do Jacarezinho. Paralisou até o andamento dos trens da Supervia.

O tiroteio intensificou, por conta de um ataque que os traficantes do Jacarezinho aplicaram contra uma viatura na Avenida Dom Hélder Camara, próximo a favela do Jacarezinho.

Duas mulheres que estavam prestando depoimento na Cidade da Policia, saíram baleada no ataque dos traficantes.

Desde então, os Policiais vasculham o Jacarezinho, um território que permanece dividido entre Traficantes de um lado, e Policiais ocupando a comunidade do outro.


Diferente do Complexo do Alemão e Penha (CV), no Jacarezinho, os Policiais conseguiram bater forte no tráfico, onde praticamente tomaram alguns territórios que ainda eram dominados pelo tráfico.

Por essa razão, os traficantes do Jacarezinho não se cansam de atacar os Policiais na comunidade, e sofrem quando acontecem as operações dentro da comunidade.


Operação Desfalca 750 Quilos de Drogas na Nova Holanda (CV)

Policiais do Choque e Batalhão de Cães (BAC) realizaram uma operação para desfalcar o tráfico do Comando Vermelho na Nova Holanda (CV) dentro do Complexo da Maré.

Começaram a operação no inicio da manhã, e contaram com apoio do BOPE e um Helicóptero para monitorar o andamento dos traficantes na comunidade.

No final, houve uma grande apreensão de drogas, entre Cocaína e Maconha, pronta ou não para comercialização.

Apreenderam um simulacro de Fuzil M16, Espingarda, Pistola PT 99, Pistola Glock e bombas caseiras. Além de munições de diversos calibres e carregadores para várias armas.

Grande desfalque para o bolso do traficante Rodrigo da Silva Caetano, o Motoboy, o chefe do tráfico na Nova Holanda.

foto: Favela News

Foto: Favela News

Foto: Favela News.



ADA aumenta os territórios em Campos dos Goytacazes

Se no Rio de Janeiro tudo parece está rolando normalmente, em Campos do Goytacazes as facções continuam lutando por territórios na região.

Os traficantes da facção Amigos dos Amigos, tomaram as comunidades do Sapo 3 e Morro da Salsa, que eram comandados pelo Terceiro Comando Puro.

Utilizaram as comunidades da Baleeira e Sapo 1 como base, e pediram ajuda para os traficantes do Morro do 18 em Agua Santa, liderados pelo traficante conhecido como BG do 18. Aceitaram ajudar o traficante Obama, chefe do tráfico da maioria das comunidades de Campos dos Goytacazes.

Para invadir e ficar na Salsa, os traficantes usaram a Baleeira para concluir esse plano de expansão, e para invadir o Sapo 3, os traficantes usaram o território do Sapo 1.

Restando apenas as comunidades do Sapo 2 e Tira Gosto, que continua sob controle do Terceiro Comando Puro, e segundo relatos, o poder bélico da TG é fortemente armado, conseguindo bater de frente com os rivais da facção ADA.

Esse é o quadro das guerras do tráfico em todo Rio de Janeiro.

Se em Costa Barros a facção ADA vem sendo ameaçada pelo Comando Vermelho do Morro do Chapadão, em Quissamã, Rio das Ostras, Macaé e Campos, os grupos filiados ao ADA vem crescendo cada vez mais.

Chapadão Tenta Invadir a Terra Nostra em Costa Barros

Os traficantes do Comando Vermelho do Chapadão, tentaram entrar na comunidade da Terra Nostra (ADA) em Costa Barros na zona norte do Rio de Janeiro.

É uma briga protagonizada pelas facções ADA e CV há anos, mas que não passa de uma troca de tiros entre um morro e outro.

Diferentemente das últimas trocas de tiros de longe em Costa Barros, hoje foi mais grave essa tentativa de invasão.

Um grande grupo de traficantes do Comando Vermelho, desceu o Morro do Chapadão e ocuparam a "cancela" que separa os territórios com os rivais do ADA.

Foi uma intensa troca de tiros, e moradores relataram que até foi possível ouvir estouros de granada.

Com a cancela ocupada pelos traficantes do CV, os bandidos do Morro da Lagartixa (ADA) foram até a passarela que leva em direção a Terra Nostra, e concentrou uma sequência de tiros em direção a cancela.


Houve relatos que até um Blindado apareceu no momento, mas também foi atingido pelos tiros de "contra-ataque" dos bandidos da Lagartixa.

Novamente não conseguiram entrar no "coração" da Terra Nostra (ADA), mas mostraram o poder de fogo para os rivais da facção ADA, tendo que acionar os reforços da Lagartixa e Pedreira.

O estresse na divisa entre as comunidades da Manhama (CV), Chapadão (CV) e Terra Nostra (ADA) é frequente, mas hoje, foi diferente!

Há quem diga que os bandidos do Morro do Chapadão (CV) tem a plena capacidade de invadir e ficar com a Terra Nostra, e que o território só segura por conta da localização da Pedreira, Lagartixa e Quitanda.


A Terra Nostra ou Terrinha, é controlada pelo traficante Carlos José Fernandes, o Arafat ou MDO, um dos chefões no Complexo da Pedreira em Costa Barros.

Já a Manhama e o Chapadão possuem lideranças diferentes. Principalmente no Chapadão, o morro é controlado pelos traficantes Fabiano Atanasio, o FB e Nando Bacalhau, ambos presos.

Quem dá conta dos negócios da quadrilha no Morro do Chapadão, são os traficantes Lorão e Tubarão. Considerados na facção, mas com pouco conhecimento na mídia e perante as autoridades. No caso do Lorão, ele controla também o Morro do Engenho da Rainha (CV).

Uma guerra de facções em Costa Barros, poderia estremecer o Rio de Janeiro todo, por conta da importância do território para as duas facções.

Dizem que em ano Olímpico, dificilmente as facções armaram uma guerra na cidade do Rio de Janeiro. Porque sabem que as autoridades respondem rapidamente, e com veemência, assim como aconteceu há 6 anos atrás no Complexo do Alemão, o antigo quartel general do Comando Vermelho.

Será que o episódio de hoje nas divisas, foi apenas uma estresse entre os seguranças dos dois lados, ou algo maior está por vir?

Vamos aguardar.

Traficantes do ADA IInvadiram a Comunidade da Lagoamar em Macaé

Em ano de eventos Olímpicos na cidade do Rio de Janeiro, os confrontos prometem esquentar nas regiões dos lagos e baixada.

Ontem ja tivemos um episódio da guerra por território em Macaé.

Traficantes da facção Amigos dos Amigos (ADA) das favelas da Malvina e Nova Holanda, aplicaram um ataque na favela da Lagoamar, controlada pelo Comando Vermelho em Macaé.

Lagoamar é o território mais forte do CV em Macaé, mas os rivais do ADA não se intimidaram e foram com tudo pra dentro da comunidade.

Houve um intenso tiroteio, e já tem relatos de inocentes atingidos nessa guerra de facções em Macaé.


Em Macaé as facções conseguiam conviver pacificamente na medida do possível, mas por causa da necessidade excessiva de expandir, os bandidos estão investindo forte nas regiões de Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e agora Macaé.

Quem lidera e dita as ordens do tráfico para a facção ADA em Macaé, é o traficante Sandro Luis de Paula Amorim, o Foca ou Lindinho, que herdou o poder em Macaé depois da morte do traficante Rogério Roupinol no Complexo do São Carlos, na região central do Rio de Janeiro.

Entre os homens de confiança do Lindinho, está o traficante conhecido como Feio, que organizou os investimentos para invadir o Morro do Juramento em Vicente de Carvalho, e transitava entre o Rio de Janeiro e Macaé, para fazer a distribuição de drogas e dinheiro para sua facção.

Como o destino do Feio é sempre a capital, principalmente as favelas da Malvina e Nova Holanda, possuem outros Gerentes-Gerais, que de lá, tocam a organização criminosa para o Lindinho.

Para invadirem fortemente a Lagoamar (CV), com certeza obtiveram mais investimentos para isso, não só do seu chefe Lindinho.

Vamos aguardar.

Traficantes do ADA Invadem Evento na Carobinha

Novamente a facção ADA une esforços para tentar retomar a Favela da Carobinha na zona oeste do Rio de Janeiro, que hoje é controlada pela Milícia.

No final do ano passado e até no começo desse ano, estava quente a guerra entre Milicianos e traficantes na Favela da Carobinha, onde a Milícia predominou, continuando na comunidade.

Os bandidos do ADA recuaram mas não deram como vencidos, e prometeram que iriam retornar para a Carobinha, para retomar de qualquer jeito a comunidade.

Segundo informações dos moradores, em um evento que estava acontecendo dentro da Carobinha, os traficantes do ADA apareceram.

Trocaram tiros com os Milicianos, e no confronto atingiram um rapaz que trabalhava no "mototáxi" da comunidade.


Há quem diga que até o relacionamento entre as Milícias da zona oeste está enfraquecida, e acabou refletindo no comando da Carobinha.

O Miliciano conhecido como "ND", que seria o número 1 da Carobinha, estaria rachado com o Miliciano Carlinhos 3 Pontes, que controla vários pontos da Milícia "Liga da Justiça" a mando do Toni Angelo (preso).

Vamos aguardar.

Bandidos Tentam Roubar Caixa Eletrônico em Honório Gurgel

Criminosos novamente tentaram roubar um Caixa Eletrônico em Honório Gurgel, na zona norte do Rio de Janeiro.

O caso também envolveu mais uma vez o uso de uma Retroescavadeira, onde os bandidos usaram para quebrar a parede de uma Farmácia e levar o Caixa.

Pra infelicidade da bandidagem, a máquina acabou quebrando na hora da ação, e os bandidos saíram rapidamente do local, destruindo completamente o Caixa Eletrônico.

A policia não sabe dizer se conseguiram roubar algum dinheiro, mas a máquina foi abandonada e deixada no local.

A tentativa de roubo foi na Rua Ururaí, entre as comunidades da Proença Rosa, Mundial, Chaves e Jorge Turco, que são controladas pela facção Amigos dos Amigos.


Mas também é próximo a favela da Barreirinha em Rocha Miranda, que é controlada pelo Comando Vermelho. Um pequeno território que é explorado por assaltantes, onde o tráfico é menos problemático.

Lembrando que há dois anos atrás, a prática de roubar caixas eletrônicos utilizando uma retroescavadeira, foi idealizada pelo traficante Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, que contava com participações de criminosos do Complexo da Pedreira e Belford Roxo.

Hoje essa prática foi disseminada entre os bandidos do Comando Vermelho, principalmente do Complexo do Chapadão, nas áreas de Anchieta e Guadalupe.

Crise no ADA coloca em risco a Alma e a Dita

Em São Gonçalo, a liderança do tráfico na facção Amigos dos Amigos (ADA) sofrem problemas de confiança entre os comparsas.

Por conta de brigas internas e indecisões, os traficantes perderam o controle da Favela da Alma, 590, Candoza e Otto, e correm sérios riscos no Morro da Dita no Jóquei.

Na Alma, a maioria dos traficantes aceitaram entrar no Terceiro Comando Puro, levando pistolas e fuzis. Apenas mudaram a bandeira da comunidade, com mais de 10 "crias" entrando para o TCP.

Entraram e tentaram tomar o Morro da Dita (ADA) no Jóquei, expulsando os ex-comparsas, ficando por alguns dias, mas foram expulsos no contra-ataque do traficante Pivete, o frente do Morro da Dita.

O próprio Pivete é considerado entre os chefões do Complexo da Pedreira (ADA) em Costa Barros, no Rio de Janeiro. Até pediu assistência para os parceiros de facção da capital, mas está acontecendo um terrível dilema.

As lideranças do Rio de Janeiro não estão confiando em apoiar os soldados da "Dita" e "Alma", que ainda estão na facção ADA.

O temor dos líderes da capital é fortalecer os parceiros de São Gonçalo com Fuzis e dinheiro, e os mesmos optarem por entrar no TCP também, causando mais prejuízos.

Enviar soldados em massa para São Gonçalo, entre eles, está fora de cogitação no momento, pela difícil logística entre Rio de Janeiro e São Gonçalo, podendo ocasionar uma perda maior, caso aconteça um cerco policial ou armadilha na entrada de São Gonçalo.

Enquanto isso o tráfico no Morro da Dita (ADA) sofre com os "baques" dos ex-companheiros de facção. Na Alma está sofrendo uma crise de confiabilidade, e nos territórios do ADA no Jardim Miriambi, o TCP está almejando tomar também.

Dias de crise para os criminosos do ADA em São Gonçalo!

Mais um Soldado perde a Vida na UPP da Mangueira

Morreu mais um soldado da UPP baleado em confronto com traficantes.

Dessa vez foi no Morro da Mangueira (CV). Desde a quinta-feira, o soldado estava internado, depois de tomar um tiro no maxilar, em confronto com os traficantes da Mangueira.

Foi encaminhado para o hospital Quinta D'or, em São Cristóvão, mas infelizmente não resistiu aos ferimentos.

E vai para triste estatística, mais uma morte de um soldado que atuava no projeto UPP. Que em tese, deveria trazer a pacificação para os moradores de bem das comunidades.

Mais na prática, a história é bem diferente. Os policiais e traficantes passaram a se confrontar "frente a frente", ocasionando em confrontos, emboscadas e etc.



Traficantes Apareceram Repentinamente na Comunidade da Guarda e Rato em Del Castilho

Faz anos que o tráfico não incomoda os moradores na comunidade da Guarda e Rato em Del Castilho, na zona norte do Rio de Janeiro.

Desde que perdeu o controle da comunidade para o grupo Miliciano intitulado como "Águia de Mirrá", os traficantes ligados a facção ADA tentam retornar para o território.

Segundo informações repassadas, na última madruga de quinta-feira, traficantes ligados a facção ADA apareceram na comunidade da Guarda.

Vasculharam alguns ambientes da comunidade e avisaram que voltaram pra ficar em definitivo.

Ao amanhecer, alguns Milicianos apareceram para encontrar algum traficante que teria se escondido na comunidade, mas não houve relatos de confrontos ou aparição dos mesmos.

foto: Google Maps

O plano para retomar o controle da favela da Guarda em Del Castilho, seria motivado por traficantes oriundos da favela da Quitanda (ADA) em Costa Barros, na zona norte do Rio de Janeiro.

Hoje alguns bandidos oriundos da favela da Guarda, agem no Complexo da Pedreira, principalmente na Quitanda.

Além do apoio maior dos chefes da Quitanda, os traficantes dos Morros do Juramento e Urubu (ADA) estariam dispostos a ajudar na retomada em Del Castilho.

Nos últimos dias não houve mais relatos de bandidos na comunidade Guarda e Rato.

Nada impede que possivelmente tentaram de novo.

Mas agora os Milicianos tende a ficar com os olhos bem abertos com os traficantes!

Não é de hoje que a facção ADA incomoda os Para-Militares. Já abriram confrontos nas comunidades do Quitungo e Guaporé, e a mais expressiva, na favela da Carobinha em Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Em todos os territórios o tráfico perdeu a guerra!

Tiroteio no Jacarezinho deixa mortos e escolas fechadas

Há dias o clima é tenso na comunidade do Jacarezinho (CV) na zona norte do Rio de Janeiro.

Tudo começou quando os Policiais da UPP foram realizar um patrulhamento dentro da comunidade, e foram encurralados pelos traficantes do Comando Vermelho.

Os policiais da CORE foram acionados para dar apoio na operação, e foi usado um veículo blindado para dar apoio na incursão das equipes dentro do Jacarezinho.

Houve um intenso confronto com os traficantes, e dois suspeitos foram baleados e vieram a óbito. Um camelo que estava indo para o trabalho, se assustou com os tiroteios e teve um "mau súbito" e acabou falecendo.

Escolas, creches e clinicas próximas foram fechadas por conta dos confrontos no Jacarezinho, e até os trens tiveram o funcionamento interrompidos.


ADA expulsa Dimas e seu grupo da Cruzada São Sebastião no Leblon

Não demorou muito e ontem os traficantes da facção Amigos dos Amigos voltaram para Cruzada São Sebastião no Leblon, que estava com o tráfico sob o controle do Comando Vermelho.

Mesmo sendo um pequeno conjunto de condomínios, os bandidos oriundos do Vidigal e Rocinha (ADA) ajudaram os comparsas no retorno para Cruzada, aplicando tiros nos poucos traficantes que estavam fazendo a proteção das bocas de fumo para o CV.

Relatos de moradores afirmam que ouviram os bandidos gritando os nomes " da Rocinha, Vidigal" e xingando o traficante conhecido como Dimas, o nome do traficante que foi responsável por colocar o CV na Cruzada São Sebastião e que estava sendo patrocinado pelo tráfico no Pavão-Pavãozinho e Cantagalo.


Segundo relatos, os poucos traficantes do CV que lá estavam, não tivera outra opção, e fugiram da Cruzada pela Avenida Borges de Medeiros, em direção aos Morros do Pavão-Pavãozinho e Cantagalo em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro.


Parece que chegamos em um final na luta sob o controle da "lucrativa" Cruzada São Sebastião. Um pequeno conjunto de condomínios, que fica encostado no Shopping Leblon.

Vamos Aguardar.

Briga Interna do TCP respinga em Itaguaí

A briga interna entre os traficantes da Coréia (TCP) e Vila Aliança (TCP) começou a estender em outros territórios do Terceiro Comando Puro.

Parece que virou moda uma briga de muro nessa facção criminosa.

Segundo informações, os traficantes das comunidades do Carvão (TCP) e 18 (TCP) brigam internamente no município de Itaguaí.

No último sábado, os traficantes da favela do 18 (TCP) aplicaram vários tiros em direção para a comunidade do Carvão (TCP) e foi uma correria em um evento que estava acontecendo no Carvão.

Para resolver de vez essa situação, saíram oito carros de bandidos do Carvão em direção ao 18 (TCP) e invadiram a comunidade, tentando até expulsar os próprios comparsas de facção.

Mas para não ocasionar em brigas dentro da facção, principalmente atingindo os líderes do Rio de Janeiro, o dono do Carvão (TCP) ordenou que seus subordinados saíssem e retornassem para o Carvão.


A invasão no 18 (TCP) não agradou, e o frente do 18 conhecido como "Tck" prometeu dar um resposta, invadindo o baile do Carvão (TCP), mas agora para acabar com o evento de homens importantes na hierarquia do tráfico na favela, conhecidos como Kaká e Lobo.

Lobo ocupa o cargo de frente na favela do Carvão (TCP).

Essa briga entre os traficantes da mesma facção em Itaguaí, já começou a refletir nos moradores, que começaram a ser proibido de atravessar para o lado do outro.

Dizem que o traficante Tck, começou a proibir que os moradores do Carvão (TCP) pise na comunidade do 18. Até para estudar na escola que fica próxima ao 18, os traficantes estão proibindo que os moradores do Carvão atravessem.

Como informado, essa guerra é um reflexo de brigas antiga em Itaguaí, desde a época dos traficantes Binho e Ronaldo do 18 contra o Bugica e Nem do Carvão.

Até as comunidades do Rio de Janeiro já se posicionaram nessa briga em Itaguaí, onde as comunidades do Acari, Para-Pedro, Amarelinho, Serrinha e Vila Aliança, estão do lado dos comparsas do Carvão (TCP).

Por outro lado, comunidades do Complexo da Coréia (TCP) estão do lado dos traficantes da favela do 18 (TCP).

Segundo informações, o tráfico do Morro do Dendê (TCP) na Ilha do Governador estava se posicionando ao lado do Complexo da Coréia (TCP).

Mas para evitar se posicionar em brigas internas na facção, o Fernandinho retirou o apoio e se manteve neutro, e parou de fornecer para as comunidades de Itaguaí, para não se posicionar para um lado só.

Lembrando que há pouco tempo, a comunidade do 18 (TCP) foi invadida e controlada pelos traficantes da Coréia e Vila Aliança (TCP), contando com ajuda dos bandidos que pularam da Vila Kennedy (CV) na última guerra em Bangu.

É surreal, mas se tratando de TCP e brigas internas, é fácil de entender.

Enquanto isso, um grupo Miliciano que tem planos de expansão em Itaguaí, só observa a briga interna entre o TCP.

TCP tenta expulsar o ADA no Morro da Dita em São Gonçalo

Pouco comentado por aqui.

A facção Terceiro Comando Puro está em processo acelerado de expansão territorial em São Gonçalo, como nunca tinha acontecido antes.

Tudo começou com a retomada do Morro do Estado (TCP) na região central de Niterói, expulsando os rivais da facção Amigos dos Amigos.

Assim que perderam o controle do Complexo do Santo Cristo (TCP) na Fonseca, em Niterói, esperaram meses para armar um plano de retomada, com auxilio dos comparsas do Rio de Janeiro.

Retomaram os pontos de drogas nas favelas do Coronel Leôncio, Pimba, Coreia, Santo Cristo e Palmeira, expulsando o CV para a Vila Ipiranga (CV) e Nova Brasília (CV).

Surpreendentemente, bem próximo de Niterói, em São Gonçalo, os traficantes do TCP botaram os pés, num terreno que dificilmente são explorados por eles.


Aproveitando a briga interna que acontecia entre os líderes do ADA no Complexo do Alma (ADA) em Amendoeira, bandidos do TCP seduziram insatisfeitos do ADA na Alma e conseguiram recruta-los para o TCP.

Onde estava acontecendo uma briga interna dentro da mesma facção, agora virou guerra, mas uma facção contra a outra. O TCP entrou pra ficar na Favela da Alma.

Não bastasse entrar e ficar na Alma, rodeados por territórios perigosos do Comando Vermelho, arquitetaram planos para entrar no Morro da Dita no Jóquei, bem próximo de tudo.

Os moradores do Morro da Dita (ADA) sofriam com as constantes invasões do Comando Vermelho da comunidade do Tronco (CV) e Anaía. Uma hora o CV subia na Dita, pegava um ou outro envolvido com o tráfico da Dita e descia de volta para o Tronco.

Uma briga de gato e rato que durou meses.

Enquanto isso, os líderes do ADA em Niterói e São Gonçalo, tentavam retomar os pontos perdidos na Favela da Alma, tentando expulsar o TCP do território.

Como no mundo do crime não existe fidelidade eterna, e qualquer dignidade é comprada por dinheiro. Os traficantes que estavam organizando o tráfico na Alma para o TCP, aceitaram bandidos insatisfeitos do Morro da Dita.

Cerca de oito bandidos da Dita foram acolhidos na Favela da Alma.

Mas voltaram para ficar no Morro da Dita, mas agora sob a bandeira do Terceiro Comando Puro.

Há dias os traficantes da Alma (TCP) tentam ficar na Dita.

Segundo informações de moradores e da pagina Favela News, hoje aconteceu um novo confronto entre as facções ADA e TCP no Morro da Dita.

Traficantes ligados ao ADA e organizados pelo traficante conhecido como Pivete, entraram e retomaram o controle parcialmente do Morro da Dita.

O Morro da Dita é controlado pelo traficante conhecido como Drill, que se encontra detido no sistema prisional. Quem organiza o tráfico para ele atualmente, é o traficante conhecido como Pivete.

Provavelmente aconteceram novos confrontos no Morro da Dita, acabando com a Paz e o sossego dos Moradores do Jóquei em São Gonçalo.

Vamos aguardar.

Mais um Policial Baleado no Complexo do Alemão

Hoje pela manhã os policiais da COE, BOPE, BAC e Choque, realizaram uma incursão dentro do Complexo do Alemão (CV), com foco nas comunidades da Grota e Alvorada.

Trocaram tiros com os traficantes do Comando Vermelho, mas uma policial saiu baleado na perna após o confronto.

Um "caveirão" dava apoio a essa operação, quando seguia pela Rua Canitá, os traficantes abriram fogo em cima da guarnição.


O veículo do Bope está neste momento na entrada da comunidade da Grota, dando suporte aos demais agentes que estão no...
Publicado por Jornal VOZ DA COMUNIDADE em Terça, 5 de abril de 2016

Os moradores usaram as redes sociais para se queixar e alertar os demais sobre os tiroteios no Complexo do Alemão.

 

Foi morto em Acari o homem de confiança do Chefe do Tráfico no Amarelinho

Hoje de manhã a Policia Federal entrou na Favela de Acari (TCP) na intenção de capturar o chefe do tráfico, que possivelmente seria o Capilé, o homem que domina há anos o tráfico em Acari.

Entraram cedo em Acari, para pegar os bandidos do Terceiro Comando Puro de surpresa, e de acordo com as filmagens do Helicóptero, conseguiram identificar mais de dez traficantes, com olhares atentos e os fuzis apontados, preparados para o tiroteio.

Há quem diga que o Acari não tem o perfil de atacar a policia, mas parece que os tempos mudaram, e sim, estavam preparados para o ataque.

Houve um confronto dentro da comunidade e cinco suspeitos foram mortos, e três foram capturados, e foram apreendidas Quatro Pistolas e um Fuzil Ak  47 com o carregador adaptado.


Entre os mortos, estava um traficante que seria gerente na comunidade do Amarelinho (TCP) em Irajá.

Conhecido pelo vulgo de JF, seria o Gerente no Conjunto Amarelinho (TCP) e homem de confiança dos traficantes 3000 e 600, chefes do tráfico na comunidade.

Da parte de Acari, foi capturado um gerente do tráfico, era conhecido como "Inteligente" e ocupava o cargo de Gerente em Acari.


O Tal do "JF" já tinha arrumado confusões no passado com a hierarquia do Acari, por ser julgado em um caso que ocasionou a morte de uma inocente.  A mando do 3000, Ele costumava ficar na Favela do Para-Pedro (TCP) em Colégio.


Essa ação da Civil e Federal em Acari, aplicou uma baixa no tráfico do Terceiro Comando Puro no Complexo de Acari.

O alvo é o chefe da comunidade, que na imprensa não teve o nome divulgado, mas sabemos que se trata do traficante Capilé, o homem que controla e dita as ordens em Acari.


Como a hierarquia do Tráfico em Acari é diferenciada, dificilmente um gerente ou frente, fica no cargo por mais de dois meses. Isso confunde as vezes as investigações policiais.


Os moradores iniciaram um protesto pacifico no local do confronto, alegado que querem mais Paz em Acari e menos confrontos.





loading...