NOVOS ARTIGOS ABAIXO
LENDO

Policia Captura Chefe do Tráfico na Parada Angélica

A Dcod prendeu hoje o responsável pelo tráfico na comunidade da Parada Angélica (CV), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Mariano de Souza (34 anos) ou conhecido como Chapoca, é apontado como o chefe do tráfico em Duque de Caxias, fazendo a transição com o tráfico no Complexo da Penha (CV) na zona norte do Rio de Janeiro.

Ele foi capturado na localidade conhecida como Beco da Rainha, que fica na Vila Cruzeiro (CV), dentro do Complexo da Penha.

Ele já estava sendo caçado pela policia, pois é considerado Foragido do Sistema Prisional, por condenações por tráfico e porte ilegal de armas de fogo.

Fonte: extra.globo.com
E por falar em Parada Angélica.

Para quem lembra, há pouco tempo os traficantes do TCP e CV guerrearam pelo controle das comunidades da Parada Angélica e Imbariê, em Duque de Caxias.

Por algum tempo o TCP prevaleceu na região, mas contaram com uma traição entre os amigos.

Os traficantes que já tinha trocado o CV pelo TCP, quase no fim da guerra optaram por retornar para o CV e decretar o fim dos confrontos.

Hoje quem comanda o tráfico em Santa Lúcia, Parada Angélica e Imbariê, são os traficantes ligados ao Fernandinho Beira-Mar, o "matuto" influente dentro da facção Comando Vermelho.

Dificilmente o Terceiro Comando Puro tentará algo novamente em Santa Lúcia.

Fonte: Extra.globo.com

Exército deixou o Complexo da Maré

Como divulgado desde ontem, hoje era o dia para o Exército deixar o Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro.

Oficialmente a Força de Pacificação se retirou ao meio dia de hoje, passando o bastão para os Policiais Militares da região.

Até que finalmente instalem as unidades da UPP, que no total, serão 4 bases espalhadas entre os principais pontos do Complexo da Maré.


Por enquanto a Policia Militar e Civil usará o serviço de inteligência, arquitetando um cinturão de proteção no entorno do Complexo da Maré.

Os Militares deram um saldo positivo nessa operação de Pacificação no Complexo da Maré.

Será?

Assista a matéria realizada pelo Balanço Geral:





Eu acho muito precipitado essa troca imediata.

Só o tempo irá dizer!

Câmera Interna Flagra Bonde do Playboy Assaltando em Costa Barros.

Não é de hoje que a quadrilha do Complexo da Pedreira (ADA) ganha muito dinheiro realizando assaltos na Pavuna e adjacências.

O alvo dos bandidos são as cargas de Cigarro.

Uma carga roubada, pode auferir em mais de R$ 200 mil reais para a quadrilha, se comercializada no mercado negro do Rio de Janeiro.

E desse lucro o traficante Celso Pinheiro Pimenta – Playboy - vem aumentando seu poder bélico, e investindo na expansão territorial da facção ADA.


Em Costa Barros os assaltos são bem arquitetados, principalmente se realizado pelo grupo do Playboy, que se auto-denomina como a “Série A”.

Trazem tudo que dá dinheiro, e são muito bem remunerados para isso.

Muitos participantes também fazem parte do tráfico no Complexo da Pedreira. Atuando principalmente na Favela da Quitanda (ADA) em Costa Barros.

Curiosamente a Revista Veja fez uma matéria sobre o “suposto líder” desse grupo do Playboy que realiza assaltos.

Conhecido como “Jean Piloto” ou pelo apelido de “Já Morreu”.

Já Morreu - Líder dos Assaltos em Costa Barros.
Ele costuma liderar os bondes que praticam os assaltos em Costa Barros, e como tem uma habilidade incomum na pilotagem dos veículos, ganhou esse apelido bem peculiar.

Durante um tempo a policia vem investigando os passos desse assaltante, ainda mais agora, que o mesmo ganhou notoriedade no grupo do Playboy da Pedreira.


As câmeras internas de uma carga que foi roubada por ele, flagrou toda ação dos assaltantes do Morro da Pedreira (ADA).

Desde o momento que enquadraram o motorista, até a chegada na Favela da Quitanda (ADA) para descarregar as mercadorias.

Tudo muito rápido!

Assista o vídeo da ação abaixo:



De acordo com as imagens acima, tudo é muito fácil, e quase não encontram dificuldades na hora de roubar.

A não ser os momentos que a carga trava na divisa com os rivais do Chapadão (CV).


Eles costumam atacar quando isso acontece.

Hierarquia do Comando Vermelho manda Executar o Frente do Gogó de Guadalupe.

Quem lembra daquele áudio entre os traficantes Playboy (ADA, Fú, Claudinho, Binho e Cabeça do Gogó de Guadalupe?

Na ocasião, o Playboy estava chamando os responsáveis do Morro do Chapadão (CV) para abrir uma trégua com a Favela da Quitanda (ADA) e para cessar os tiros de longe, que estavam matando os inocentes.

Mas a conversa não foi tranquila, pois o traficante Cabeça que é responsável pelo Morro do Gogó, se intrometeu, fez ameaças e desrespeitou até os frentes e responsáveis pelo Comando Vermelho na cidade do Rio de Janeiro.

Ouça novamente no player abaixo:



O áudio ganhou uma repercussão na mídia, e as fotos dos envolvidos foram parar nos principais jornais do Brasil.

Como todos já imaginavam, o Cabeça ganhou um "problemão", por desrespeitar um “desenrolo” particular entre os Chefes do Chapadão.

Depois do ocorrido, avisaram ao Cabeça, caso o Playboy tentasse invadir o Morro do Gogó (como foi dito) os traficantes do Chapadão não iriam auxiliar os comparsas, pois foram eles que pediram.

Hoje de manhã chegou a informação, que a hierarquia do Comando Vermelho sentenciou a morte o traficante Cabeça.

Como era apenas um frente o Morro do Gogó, o seu caso chegou até o tribunal da facção. Com aval do dono do Gogó da Ema, o traficante Dando da Mangueira, a cúpula autorizou a execução do Cabeça.


Ele foi chamado para uma reunião no Morro do Chapadão. Como de costume, quem sobe no Chapadão dificilmente sai com vida.

E foi por lá que tudo aconteceu.

Além da desobediência aos chefes do Chapadão, o seu grupo estava roubando exageradamente no entorno do Complexo do Chapadão, desagradando a liderança.


Cada roubo de pedestres, motos e carros que aconteciam na região, chamava uma nova operação para dentro do Complexo, e como de costume, os nomes do Binho, Fú e Claudinho saiam na mídia como responsáveis pelo crime.

No Chapadão está proibido roubar no entorno e chamar a Policia pra dentro da comunidade. Quando acontece algum roubo para auferir lucros para facção, sempre é longe, desovando o veículo fora dos domínios do Chapadão.


O traficante Cabeça desrespeitou, e teve o seu fim!

Policia Civil Captura Milicianos de Campo Grande.

Logo cedo os policiais da Corregedoria Interna da Policia Civil e do 9º DP (Catete) efetuaram a captura de dois policiais que atua na Milicia de Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Capturaram o Policial Civil Alexandre Castilho Gouvêa de Oliveira, o Castilho, e o PM Lucas Nunes de Oliveira, o Goiano, ambos integrantes da Milicia Liga da Justiça.

A denúncia contra eles foi feita em Junho, e o pedido de prisão foi liberado pela 16ª Vara Criminal da Capital.

Segundo a investigação do GAECO, o Miliciano Castilho controlava um condomínio que fica localizada na Estrada da Posse.


Já o Goiano é responsável por fazer as execuções de pessoas que foram julgadas pela Milicia. Ainda tem um terceiro membro, conhecido como Sidney, onde ele tem a função de levar o Goiano pra fazer as execuções.

Muito bem organizado!

Essa captura foi realizada a partir da operação Valkiria, desenrolada por um bom tempo.

Amanhã a Policia Militar Assume o Complexo da Maré. Novos tempos ou velhos?

Amanhã o inicio dos novos tempos no Complexo da Maré, ou quem sabe, um Dejá-vu dos velhos tempos.

Amanhã começa a saída dos militares da Força de Pacificação no Complexo do Maré na totalidade, mas precisamente nos redutos dominados pela facção Terceiro Comado Puro.

Passaram o bastão para a Policia Militar, que ficará encarregada de trazer a PAZ para os moradores, e coibir o tráfico de drogas das duas facções que dominam 80% da Maré.

Pelo menos é assim que imaginamos que deve ser.

Segundo os números divulgados pelo portal G1 da Globo, durante 1 ano e 3 meses de Força de pacificação na Maré, foram realizados mais de 83 mil ações, 674 prisões e 255 apreensões entre as 15 favelas do Complexo da Maré.

Me deixou com a pulga atrás da orelha foram os dados da “Taxa de Homicídio”.

Eles mostraram que a Força de Pacificação conseguiu reduzir os homicídios por 100 mil habitantes do Complexo da Maré, desde janeiro do ano passado.


Sobre os falecimentos. No total, foram 9 mortes no período que o Exército estava no controle da situação. Claro que teve mortes que ninguém ficou sabendo.

Cerca de 27 militares ficaram feridos em operações no Complexo da Maré, e foram apreendidos mais de 1.356 armas, drogas, munições, veículos, motos e etc.

Esses foram os dados levantados pelos Militares, e entregue para mídia.

Agora, falando no que interesse a todos os leitores.

A Força de Pacificação teve seus pontos positivos, pois conseguiram efetuar as prisões dos principais chefes do CV e TCP.

Vou mais além. O TCP foi a facção que mais sofreu com os Militares, pois perderam muitos líderes do tráfico.

Desocupação da Maré - arte do Ministério da Defesa (Foto: Matusael Jorge / Ministério da Defesa / Divulgação)
Contando de cabeça, logo de cara já capturaram o chefão Menor P (Astronauta), em seguida foram pegando todos abaixo da hierarquia. Bem como o seu irmão Zangado, e os comparsas, Drogadão, Relâmpago, Difuga, Léo 22 (pego fora da Maré) e por ai vai.

Já com a prisão do Astronauta desestabilizou a facção momentaneamente. Ficaram sem um líder contundente, e os que sobraram, começaram a bater cabeça dentro dos meandros da Vila do Pinheiro.

Astronauta sendo preso pela Policia Federal.

Abriram até uma chance para a facção ADA entrar e retomar a Vila do João e o Palace, mas a tentativa foi falha, e nessa invasão, só perderam soldados e armamento. Tiro no pé!

Mesmo assim os bandidos do Complexo do Caju (ADA) fizeram a promessa. Assim que o Exército deixar o local, irão entrar com mais força no Complexo da Maré.

Bonde do Astronauta (Menor P)
Sem medo, mas com receio de perder pela desorganização, medidas foram tomadas, novos líderes foram escolhidos e uma hierarquia se restruturou novamente.

Uma hierarquia que sai de dentro da cadeia pelas ordens do Traficante Facão, até os que estão em liberdade, como os traficantes Carrapato e T.H, que atualmente se tornaram os ditos “responsáveis”.

Facão. Chefe do Complexo da Maré (TCP).

Carrapato, praticamente um deficiente físico, que possui pouca aceitação dentro do Complexo da Maré, que procura “pegar o que é seu por direito”.

Thiago da Silva Folly, o T.H, braço direito do traficante Astronauta (Preso) fiel as suas recomendações, mas que hoje, recebe e aplica as ordens de cima, mas sempre puxando para o grupo do Astronauta, que conta com o apoio dos traficantes Chapoca e Bill, ambos presos.


Praticamente um grupo, com a mesma ideologia, mas com ações diferentes dentro do Complexo da Maré.

Diante de tudo que passaram, hoje estão fortemente armados e aguardando os próximos dias sem “Força de Pacificação” nos seus domínios.

Lá em cima contamos com o Comando Vermelho, uma organização unilateral, que contam com um comitê, que organiza, distribui e ditas as ordens da facção. Sempre batendo de frente com as autoridades e o Governo.

No Complexo da Maré são mais comportados. Se organizam como pode, se ajudam da forma que dá. Os manda-chuvas são os traficantes AlvarengaParque União– Motoboy – Nova Holanda.

Alvarenga e seus Seguranças.
Perfis parecidos, que procuram o anonimato sempre, e visam somente o lucro e pouco enfrentamento dentro da Maré.

As vezes os bandidos da Nova Holanda (CV) briga na histórica divisa com a Baixa do Sapateiro (TCP) o último reduto do TCP na linha imaginária de risco no Complexo da Maré.

Motoboy - Chefe da Nova Holanda.
Tudo indica que o Comando Vermelho não será afetado em nada. Continuaram como sempre foram no Complexo da Maré. Na deles, e sempre atento ao perigo que está do lado.

Leia a matéria sobre a rivalidade entre a Nova Holanda e Baixa do Sapateiro.



Lá na ponta do Complexo da Maré contamos com um Grupo de Milicianos que controlam as comunidades do Piscinão de Ramos e Roquete Pinto.

Foram os primeiros a receber uma Força de Pacificação (quase nada), e na saída, não deram trabalho para os militares.

Piscinão de Ramos.
Se algo aconteceu por lá, ficou no famoso “ninguém sabe, ninguém viu”. Típico!

Descendo o nosso GPS, mas fora do Complexo da Maré, contamos com o Complexo do Caju, que é dominado pela facção ADA.


Não são da Maré, mas são vizinhos de muro, e a principal dor de cabeça para os rivais do TCP.

Isso já é previsível, pois em 2009 o TCP varreu o ADA do Complexo da Maré, deixando os rivais encolhidos no esquecido Complexo do Caju.


Nunca foram um perigo no passado, mas hoje, tiram o sono do TCP na Maré.

Praticamente o conjunto de comunidades do Caju virou uma filial do Complexo da Pedreira em Costa Barros.

Leia Novamente - Complexos do Crime: Complexo da Pedreira



Normal, pois são do mesmo dono, o traficante Coroa ou Samuca, preso desde 2005 no Rio Grande do Norte.

Coroa - Preso desde 2005.
Desde então os discípulos do Coroa tentam devolver o Complexo da Maré para ele, mas sempre com investidas que não deram em nada.

Hoje, mas bem estruturados, se organizam para aproveitar uma brecha, que pode ser a única, para finalmente realizar o sonho dessa facção em retornar para o Complexo da Maré.

É uma região com um barril de pólvora com pavio curto?

Sim, se a Policia deixar!


Vamos aguardar.

Bope entra de Madrugada no Morro da Coroa e Pega chefão.

Estranhamente, os agentes do BOPE entraram de madrugada no Morro da Coroa (ADA) em Rio Comprido.

Fizeram um patrulhamento dentro da Coroa, pois estavam com a informação que tinha um bonde de traficantes fortemente armados.

Quando chegaram na localidade conhecida como “Serra Pelada”, bateram de frente com um grupo de oito traficantes do ADA.

Um confronto aconteceu.

Eles conseguiram matar dois envolvidos e prender um terceiro, que saiu baleado no confronto.


Esse terceiro seria nada mais, nada mesmo, que o traficante Marcelo Francisco, conhecido como Ná do Salgueiro. Ele foi encaminhado para o hospital com ferimentos graves.

O Ná já teve seu nome cogitado aqui nesse espaço, pois tinha pulado para facção ADA e planejava retomar o Morro do Salgueiro, que é dominado pelo Comando Vermelho.

Há meses ele e seu grupo do Salgueiro, ganharam abrigo no Complexo do São Carlos e também no Morro da Casa Branca na Tijuca.

Como ganhou patrocínio do Limão do São Carlos, ele pretendia entrar no Salgueiro em breve. Mas antes, o grupo iria entrar no Morro do Andaraí (CV) também na Tijuca.


A missão do Andaraí seria organizada pelos traficantes Café do Andaraí, Ricardinho do Borel e com ajuda do Ná do Salgueiro, com investimento do tráfico na Vila Vintém (ADA) em Padre Miguel, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Mas depois da operação do BOPE, vai demorar pra acontecer uma nova invasão nos redutos do Comando Vermelho na Tijuca. Pelo menos por enquanto.

Sobre a operação de ontem no Morro da Coroa (ADA). Os agentes apreenderam munições, pistolas e cinco granadas, e o material foi encaminhado para 5º DP (Mem de Sá).

Questionado o porquê estariam na região, o BOPE informou que a região estava reforçada desde que a base da UPP Coroa/Fallet/Fogueteiro, foi invadida pelos traficantes do Comando Vermelho.


Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Barreira do Vasco (CV) se prepara pra entrar no Complexo do Caju (ADA)

Há meses que o tráfico na Barreira da Vasco (CV) vem passando por turbulências organizacionais.

O chefe que abandona, os frentes que não são aceitos. Tudo de um pouco.

No passado nem tanto distante, os rivais do Caju (ADA) costumavam entrar na comunidade para pichar os muros. Queriam irritar os rivais da Barreira do Vasco.

Chegou ao ponto da cúpula do Comando Vermelho se meter na administração da Barreira do Vasco, ordenando que o traficante Cobra retornasse para o posto maior no tráfico.

Isso aconteceu!

Recentemente invadiram a Manilha e expulsaram os Milicianos que davam as ordens por lá.


Agora querem dominar por completo a localidade da Quinta do Caju, bem como entrar na Chatuba e no Parque Alegria.

Boatos fortes que rolam dentro da comunidade.

Para ter um bom entendimento do caso. Leia um trecho de uma informação repassada por um moradora da Quinta do Caju, comunidade que faz parte do Complexo do Caju (ADA).
“ Boa tarde caro amigo. venho aqui constatar minha indignação, pois sou moradora do complexo do caju(quinta do caju), e desde essa noite, traficantes fortemente armados estão rondeando as ruas, becos e vielas da quinta do caju.
Tiveram como ponto de partida, a pequena favela da manilha. Entraram pela rua principal, e pegaram a vila e entraram na quinta do caju.

Já mataram um miliciano daqui. Desde a entrada da UPP no caju, traficantes do CV, que dominavam a manilha e a quinta do caju, recuaram para a barreira do vasco, comunidade vizinha.

As duas comunidades foram dominadas pela milícia, no caso a Águia de mirra , tendo como ponto de partida os morros do São Roque (em São Cristóvão), e piscinão de ramos e roquete pinto.

O miliciano de vulgo REI, era cria daqui, e convocou alguns locais para fechar com eles. tomaram a quinta e a manilha, foi questão de minutos, já que só haviam formiguinhas.

Em janeiro deste ano o REI morreu de câncer, e o seu sobrinho, o BARBUDO assumiu.

Barbudo era agressivo e matava por pouco. Barbudo foi morto pelos próprios milicianos, no morro do São Roque(em São Cristóvão).
Depois dele, a liderança ficou nas mãos da ROSE DA 3, que era má administradora, e liderou da pior forma possível.

RESULTADO:Perderam a manilha pro C.V, sem darem nenhum tiro. Há dois meses, e eles estão se armando na barreira do vasco para entrar na quinta do caju.

Após os traficantes do ada entrarem na manilha e picharem tudo de ada, entraram na barreira e picharem tudo de ada, por fim, anunciaram no rádio transmissor da Barreira e manilha que iriam entrar com tudo lá.
Traficantes antigos da barreira e Arará se juntaram, entraram pra ficar na manilha e na quinta.
Papo q o dono agora é o cobra e o frente é o parazinho. abraços, esperamos paz


Como pode observar, nos decorrer dos dias pode estourar uma disputa por territórios no Complexo do Caju, reduto da facção ADA.


Vamos aguardar.

Guerra pelo Morro da Otto continua a todo vapor em Niterói.

Os traficantes do CV e ADA continuam guerreando fortemente pela comunidade do Marítimos (Otto) em Niterói.

Inicialmente os traficantes da Nova Brasília (CV) entrou e expulsou os poucos traficantes do ADA que permaneciam segurando a Otto.

Mas não aguentaram, tiveram que reagrupar na Favela do Sabão, que também é controlado pelo ADA.

Praticamente jogou a toalha na guerra.

http://www.osaogoncalo.com.br/

Mas continuam matando no Morro da Otto.

Acharam um rapaz que aparenta ter 30 anos, abandonado num Honda Fit e com 10 marcas de tiros no corpo.

Provavelmente executado pelos traficantes do CV.

Será que finalmente o Comando Vermelho dominará o Morro da Otto, no Barreto, e definitivamente se tornar a facção mais forte de Niterói?


Vamos aguardar

Força de Pacificação entra em confronto na Vila do João no Complexo da Maré

Ontem os policiais da Força de Pacificação foram recebidos a tiros na Vila do João (TCP) no Complexo da Maré.

Estavam realizando um patrulhamento por volta da 8 da manhã.

Quando bateram de frente com um grupo de traficantes na Vila do João, como já é comum, o pau quebrou entre eles.

Não teve registro de feridos ou mortos, e nem de morador ferido no confronto.


Alguns carros foram atingidos nesse confronto, e os moradores relataram tiroteio em outros pontos dentro do Complexo da Maré.

A policia militar vai ter os dias difíceis no Complexo da Maré, tendo que confrontar bandido todos os dias, pois não falta muito para o Exército se retirar do complexo.

Vamos aguardar.

Bandidos do ADA entra e sai da Carobinha em Campo Grande

Os traficantes da facção ADA não esqueceram da Favela da Carobinha, em Campo Grande, na zona oeste do rio de janeiro.

Hoje ela é controlada pela Milicia, mas no passado, o líder do tráfico era o conhecidíssimo PC da Carobinha.

Ele tentou, tentou, mas não conseguiu retornar para sua favela, e optou por trocar de facção e integrar o Terceiro Comando Puro. A facção que ele acabou sendo capturado esse ano.

Mesmo sem o cabeça do lado deles, os bandidos do ADA ainda querem retomar a Carobinha, e hoje, contam com ajuda dos comparsas da Vila Vintém (ADA) em Padre Miguel.


Existe alguns bandidos que eram da Carobinha, que hoje estão abrigados na Vila Vintém.

Nessa última semana um pequeno bonde de traficantes da Vila Vintém entrou na Carobinha.

Deu um “baque” rápido e saiu rapidamente da favela.

Me parece que apenas estavam vasculhando o local, analisando o perímetro e como está a organização da Milicia.

Eles prometeram retornar futuramente, só que dessa vez é pra ficar.

Sabemos que os bandidos da Vila Vintém (ADA) não são de guerrear por território, e sustentam armamentos apenas pra proteção, e as vezes, pra ajudar os comparsas.

Tá na cara que vai ser uma missão “suicida”.

Vamos aguardar.

Traficantes do Fallet (CV) Invadem a Base da UPP

Realmente a situação ficou complicada para a UPP no Catumbi.

Novamente os personagens foram os traficantes do Comando Vermelho do Morro do Fallet, que fica localizado entre o Catumbi e Santa Tereza.

Cerca de seis traficantes portando fuzis, desceram do Fallet e enquadraram os policiais da UPP.

Renderam, fizeram sentar no chão, recolheram os armamentos dos policiais e aguardaram as ordens dos superiores, que estão nos presídios do Rio de Janeiro.


Como o Paulinzinho é apenas um "frente" do Fallet, antes de tomar uma decisão, precisa consultar os donos It e Kiko, assim como uma ordem direta da comissão da facção.

Depois de aterrorizar os policiais, dizendo que iriam matar todos e bla bla bla.

Chegou a ordem para libertar os policiais e entregar as pistolas, mas sem munição.



Mas antes de voltarem para o Fallet, eles deixaram um aviso, que eles que mandam na região e não querem a UPP se metendo novamente.

Pra um bom entendedor, meia palavra basta.

Situação complicada na região central.

O Policiamento foi reforçado na região, e algumas ruas fechadas e a policia irá investigar esse caso.

Analisando friamente o acontecido, será que teremos um "Missão Coroa 2.0"?

Vamos aguardar.

Gerente do tráfico testa armamento e morre no Morro da Providência.

Quando achamos que já vimos de tudo, sempre aparece uma novo acontecimento diferente.

A hierarquia do tráfico no Morro da Providência (CV) está de luto.

Um gerente do tráfico conhecido como Pivete, acidentou testando uma granada, foi encaminhado até o hospital e acabou morrendo.

Pouco divulgado, mas o tráfico na Providência está a todo vapor, com traficantes fortemente armados.

Chegou um carregamento de “granadas” para os traficantes da Providência, mas na hora que esse vulgo “Pivete” tirou o pino da granada, ela estourou na sua mão.


Perdeu os dedos da mão e os estilhaços atingiu parte do seu peito.

Os membros da mesma quadrilha ainda tentaram socorrer o comparsa, descendo o corpo pelo Morro da Providência.

Como perdeu muito sangue nessa descida, chegou no Hospital sem vida.

Moradores relataram que é possível encontrar na ladeira, partes da mão do traficante morto.

Pivete.
O Pivete era encarregado de gerenciar o tráfico na localidade da 4 Bocas, e participava do bonde dos dois irmãos do Sapinho, o chefe do tráfico na Providência.

Agora fica a pergunta.

Pra quê um carregamento de granadas num morro pacificado?

Só o tempo irá dizer.

Traficantes do Zinco Desafiam a Policia após a morte do Sargento da UPP

Após matar um sargento da PM que era lotado na UPP do Zinco (ADA), no Complexo do São Carlos.

Os soldadinhos do tráfico usaram as redes sociais para zombar a morte do Sargento, e desafiando a policia e qualquer autoridade do Rio de Janeiro.

O cerco promete ser firme pra cima do Complexo do São Carlos (ADA).

Se os "buchas" e "Soldadinhos" zombam da policia, chamando operações pra dentro do seu reduto, desafiando as autoridades.

Os líderes batem cabeça pra "equacionar" esse prejuízo.

Já não conseguem "bater as contas" do tráfico, e se caso a policia sufoque de verdade o tráfico da facção ADA no Complexo do São Carlos, com certeza o prejuízo vai subir.

Com policia no morro o comércio não funciona.

Se o comércio fica fechado, os gerentes e os frentes não lucram, e automaticamente o dono não recebe sua "caixinha".

Tudo vira uma bola de neve gigantesca, que normalmente sobra pra quem tá de frente na criminalidade.

Limão ou Mantena - Frente do São Carlos.
Enquanto isso o traficante Limão tenta sair do Complexo do São Carlos (ADA) para não ser preso, mas os comparsas não querem abrigar.

Sua rota de fuga já é conhecida.

Os morros do Juramento, Urubu ou Dezoito, são os mais utilizados.

Mas dizem que a ordem de cima ordenou que ele ficasse no São Carlos, para bater de frente com a policia, e segurar a onda dos "menores embalados".


Como já comentado nesse espaço, a administração do tráfico no São Carlos vai de mal a pior.

Os traficantes acham que a Milicia quer entrar no Morro do Zinco (ADA), com essa confusão pra cima da UPP, não estranhe se os boatos ganharem mais força.

Vamos aguardar.

Policia é Recebida a tiros no Serrão e Juca Branco em Niterói

Policiais Civis da CORE amanheceram nas comunidades do Juca Branco e Serrão, na região metropolitana, em Niterói.

Segundo informações, a intenção é coibir e cumprir mandados contra os traficantes do Comando Vermelho nas comunidades.

Logo de inicio os policiais foram recebidos a tiros, mas os traficantes conseguiram fugir da operação, deixando pra trás 50 pinos de Cocaína, material para embalar as drogas, rádios e carregadores.

O foco era cumprir seis mandados em especial, mas a missão falhou.


Com toda certeza a cúpula já sabia da operação, pois se prepararam rápido para fugir da região.

Em Niterói funciona como uma espécie de escritório administrativo do Comando Vermelho, onde existem vários gerentes que põe os negócios para funcionar, bem como Luciano Martiniano da Silva, o Pezão, bandido procurado pelas autoridades desde sempre.

Como já divulgado pelas autoridades, segundo investigações, em Niterói e São Gonçalo, quem organiza e lava o dinheiro do tráfico, seriam homens de confiança do Elias Maluco, chefão do Comando Vermelho.

Por essa razão que por lá, os negócios ocultos da facção são lucrativos.

Pouca mídia, e pouca repreensão das autoridades, e o melhor (para eles), menos traficantes com o nome "pichado" na grande mídia.

Policia Captura Abastecedor do Shumacher em Niterói

Falamos pouco de São Gonçalo e Niterói, mas a criminalidade por lá aconteça do mesmo jeito que no Rio de Janeiro, até mais acentuada as vezes.

Na última terça-feira os policiais da 77ª DP (Mutuá) capturaram o principal abastecedor de Maconha e Cocaína do Comando Vermelho nas principais comunidades do Jardim Catarina.

Magno Costa Maciel, ou conhecido como Mg ou Rabicó, ele seria homem de confiança do traficante Schumacher, chefe do tráfico no Jardim Catarina.

Rabicó é suspeito de atuar na favela da Galinha em Pendotiba, em Niterói.

Fonte: http://www.osaogoncalo.com.br/

Foi capturado depois de uma denúncia por meio do aplicativo WhatsApp.

Pessoas viram o traficante próximo a uma escola, e rapidamente enviaram a denúncia para a policia, que efetuou a prisão do traficante.

Schumacher.
Ele já devia para a justiça, e na sua "capivara", já constavam dois mandados de prisão, expedidos pela 3º Vara Criminal de São Gonçalo.

No depoimento para os policiais, o Rabicó afirmou que é integrante do "Bonde do Schumacher", mas negou sua participação no tráfico do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo.
,
Fora do Rio de Janeiro a situação do Comando Vermelho é mais favorável, e procuram expandir a cada dia que passa.

Traficantes do Zinco matam Sargento da PM no Complexo do São Carlos.

O Complexo do São Carlos (ADA) vai tremer nos próximos dias.

Não pelos bandidos, que já é normal, mas pelas autoridades que futuramente irá sufocar o tráfico na região, principalmente os redutos da facção ADA.

Mais um policial lotado em UPP foi morto, dessa vez foi no Morro do Zinco (ADA) no Estácio.

Na manhã dessa quinta-feira o terceiro sargento da PM foi comprar pão para corporação. Tomou um tiro no peito, que atravessou e dilacerou o coração.


Fonte: Odia Online

Foi socorrido, mas chegou sem vida ao hospital.

Os colegas de corporação falaram que naquele momento ouviram um barulho de tiro, mas não imaginaram que os traficantes tinham acertado o Sargento.

O Policiamento foi reforçado na região, e equipes do BOPE estão vasculhando os becos e vielas do Morro do Zinco e Querosene (ADA).

Se a situação estava ruim para o tráfico do ADA no São Carlos, nos próximos dias deve piorar.

Não pelos rivais do Fallet (CV) que tiram o sono dos bandidos da Coroa (ADA), mas pela policia militar. Eles vão atrás do autor desse tiro.

Historicamente nunca houve amor com os dominantes, agora a situação é sem “desenrolado”. Se é que me entende!

Traficantes do Babilônia invadem o Chapéu-Mangueira e matam um homem no alto da comunidade.

Aconteceu um caso bem estranho e raro na comunidade do Chapéu-Mangueira no Leme.

Ontem, por volta das 19 hrs, um bonde saiu da região de mata da comunidade e balearam um homem dentro do bar, no alto do morro do Chapéu-Mangueira.

O homem foi identificado como Jéferson Jesus de Souza, de 25 anos. Até tentaram socorrer o ferido, levando para o Hospital Municipal Rocha Maia, em Botafogo.

Mas não resistiu os ferimentos e acabou falecendo.


Quem estava no momento dos disparos já testemunhou, e disseram que vários homens saíram da mata, mataram o rapaz e depois fugiram pela mesma mata.

O policiamento foi reforçado na comunidade, e os agentes do BOPE fizeram buscas pela manhã.

Ninguém sabe afirmar o que de fato aconteceu. Qual foi a motivação do homicídio, pois ninguém é assassinado de graça.

Mas pode ter um sentido.

Em maio desse ano, publicamos que um bonde de traficantes do Pavão-Pavãozinho (CV) se instalou no Morro da Babilônia e ameaçaram invadir o Chapéu-Mangueira, que é um morro vizinho.



Chapéu-Mangueira era dominado pelo Comando Vermelho há anos atrás, mas perto de chegar a instalação de uma Unidade Pacificadora, a facção TCP entrou e ficou no controle da comunidade.

Por intermédio do traficante conhecido como “Cagado”, ele trocou a bandeira do Chapéu-Mangueira. Primeiramente optou por fechar com o ADA da Rocinha a convite do traficante Nem, mas surpreendeu a todos e fechou com o TCP de Madureira.

Hoje o tráfico permanece bagunçado no Leme.

Com a morte de ontem, sem dúvidas o morro ainda está dividido.

Numa guerra silenciosa que poucos conhecem ou divulgam.


Vamos aguardar.

Áudio – Traficantes da Barão ameaçam BOPE

BOPE machucou muito o Comando Vermelho no Morro do São José Operário – Barão – na Praça Seca.

Na última operação que aconteceu grandes apreensões, diferentemente do divulgado, podem ter morrido um número maior de traficantes naquele acampamento.

Devido a perda no famoso “Bonde do Marreta”, os traficantes apelaram pelo “terror”, e querem colocar o clima de insegurança na zona oeste.


Em um áudio repassado nas redes sociais, homens dizendo ser do “Bonde do Marreta”, avisaram que iriam vingar a morte dos “amigos” e parar a Praça Seca.

Ameaçaram os agentes do BOPE, inclusive, ameaçaram que iriam invadir o Morro da Chacrinha, que é dominado pela Milicia.


Será?


Milicianos vasculham o Conjunto Fumacê em Realengo

Parece noticia antiga, “só que não”.

Novamente os moradores relataram que a Milicia entrou no Conjunto Fumacê (TCP) em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Como já comentado háalguns meses por aqui, o Conjunto Fumacê é meta de conquista da Milicia, que por hora, entra e sai como quer na comunidade.

A Milicia olha com bons olhos o Fumacê, coisa que a facção TCP pouco faz, devido a extrema fraqueza que vive os traficantes de lá.

No passado ele dependiam de auxílios das comunidades de Senador Camará, comandadas pelo Robinho Pinga, e depois pelo Batgol (Matemático).


Batgol era o chefão que mais ajudava os comparsa do Fumacê. Principalmente no período que o Fernandinho Português liderava o tráfico no Conjunto.

O último grande chefe do Fumacê, foi o traficante MK, que também era ajudado pelo Batgol.

Depois que vários “crias” trocaram de facção e foram para Vila Vintém (ADA) o tráfico no Fumacê é fraco e bagunçado.

Principalmente depois da morte do traficante MK, que morreu em confronto com a policia em Senador Camará.

Hoje o Fumacê depende das Favelas do Acari e Muquiço, que sempre estão dispostos em ajudar o tráfico no conjunto.

Andando sob muletas, o tráfico no Fumacê vive ameaçado pela Milicia.

Nos últimos dias a Milicia entrou na comunidade, andou pelos prédios e vasculhou vários setores da comunidade, assim como sempre fazem.

Segundo os relatos nas redes sociais e divulgado pela página Favela Tem Voz, houve um pequeno confronto dentro do Fumacê, com relatos de tiros de diversos calibres.

Nada de tão alarmante.

Devido o confronto, os traficantes abandonaram a comunidade momentaneamente e recuaram para a Favela do Acari (TCP) na zona norte.

Prometeram retornar, mas com o reforço dos soldados comandados pelo traficante Capilé, o chefe do tráfico em Acari.


Situação complicada para o TCP no pequeno Fumacê!

Clima tenso no Jóquei e CV aterroriza a Favela da Dita em São Gonçalo

Os traficantes do Comando Vermelho continuam avassalador em São Gonçalo, onde já dominam cerca de 80% dos territórios do município.

Já estão dando trabalho para os rivais do ADA em várias localidades, agora chegou a vez do Morro da Dita no Jóquei.

Segundo informações, há dias os bandidos do CV entram no morro pra aterrorizar os rivais e os moradores.

Depois que o traficante Mata Rindo morreu, a situação ficou pior para os traficantes da Dita, que optaram por sair da comunidade ficar no reduto da Alma, controlada pelo Levi da Alma.


Os traficantes do CV costumam entrar na Dita, não encontram ninguém e ficam dando tiro pro alto pra chamar atenção dos rivais.

Por outro lado, a policia tenta manter a segurança no morro, deslocando blindados nos acessos da Dita e no Morro do Tronco.

Por falar em Tronco.

Mesmo não dominando por completo o Morro da Dita, os traficantes do CV já planejam invadir o Morro do Tronco.

Por essa razão a policia tenta conter os ataques na região.


Enquanto o CV faz a Dita de parque de diversões, os bandidos da Dita ficam acuados na Candoza e na Alma, com receio de retornar para comunidade, esperando acontecer um “desenrolo” (reunião) na cúpula, entre os traficante Drill e Levi, para decidir o futuro da Dita.

Ainda não podemos considerar que a Dita está sob controle do Comando Vermelho, pois nem os moradores afirmam com 100% de certeza.


Vamos aguardar.

Grupo do Arafá impõe o terror nos apartamentos da Minha Casa, Minha Vida em Barros Filho

A Policia Civil abriu um inquérito pra investigar o tráfico no Conjunto Residencial Haroldo de Andrade (B13) em Barros Filho, os famosos apartamentos da “Minha Casa e Minha Vida”.

A região é dominada pelo traficante Carlos José da Silva Fernandes, o Arafá, chefe do tráfico nas comunidades da Terra Nostra (Terrinha), Final Feliz (Pavuna), Joana D'Arc, Eternit, Proença Rosa, Mundial e Chaves.

Esse condomínio já ganhou as capas dos principais jornais, devido a expulsão de dezenas de famílias do conjunto, e segundo a policia, todas ordenadas pelo Arafá.

Como o conjunto fica entre as comunidades da Terra Nostra e Joana D'Arc, o traficante estendeu suas bocas até os apartamentos.


A policia investigou e conseguiu apurar que alguns gerentes do Arafá moram no conjunto, e ao mesmo tempo, fazem as ordens do traficante valer à pena.

O ultimo acontecimento foi o desaparecimento de Gaúcha Luciana Cunha de Oliveira, de 36 anos, que foi vista pela última vez dentro dos condomínios dominados pelo Arafá.

De acordo com as testemunhas, o grupo do Arafá convocou uma reunião entre os moradores, anunciando que sumiram com o corpo da Gaúcha e quem desrespeitasse as leis do tráfico, teria o fim igual.

Lei do terror!

Arafá
A Policia já entrou no condomínio para capturar o Arafá, mas por sorte, o traficante conseguiu fugir a tempo, deixando apenas os seus rastros para trás.

Atualmente já é possível se deparar com barricadas no entorno do Condomínio, e foram colocadas por ordem do tráfico.

A policia está apurando e nos próximos dias deverá acontecer uma operação na região. Já identificaram quem são os principais gerentes do tráfico, e onde são localizadas as bocas de fumo controladas pelo Arafá.

Vai ficar pequeno!


BOPE sobe Camuflado na Covanca e Barão. Apreende 6 Fuzis e pega 4

Como já divulgado, os agentes do BOPE entraram logo cedo nas comunidades da Covanca (CV) e Barão (CV), ambas na Praça Seca.

Detalhe, usaram pela primeira vez as fardas camufladas.

Para enfrentar o tráfico do Comando Vermelho na Praça Seca é o traje ideal, pois os traficantes gostam de fugir pela mata ou ficar escondidos nela.

Eles fecharam o cinturão no entorno das duas comunidades, com agentes na região de mata, contando com o Choque, BAC e GAM nos acessos e no interior das comunidades.


Resultado.

Estouraram um acampamento do tráfico, conseguiram abater 4 envolvidos com o tráfico e apreenderam 6 Fuzis, vários carregadores, granadas e drogas.


Sem dúvidas, o grupo do traficante “Da Russia” estava desejando entrar em algum reduto da Milicia. Pelo poder bélico encontrado no acampamento, dificilmente estariam só fugindo da operação do BOPE.

E o Comando Vermelho sofre mais uma baixa na Praça Seca.

Até quando?

Segunda-Feira de Tiros na Covanca e Barão

Desde cedo os agentes do BOPE estão realizando uma operação na Praça Seca, na zona oeste do Rio de Janeiro.

A ação visa coibir o tráfico de drogas na região, que é comandado pela facção do Comando Vermelho.

Os agentes se movimentaram para as comunidades da Covanca (CV) e São José Operário (CV), os redutos que são problemáticos para o batalhão local.


Chegaram no morro por volta das 4 da manhã e já foram recebidos á tiros pelos traficantes. O tiroteio assustou os moradores, que relatou o confronto nas redes sociais.

Além do enfraquecimento corriqueiro da Policia, os Milicianos da região da Chacrinha, Jordão e Batou Mouche, querem retomar o Morro da Covanca e expulsar o tráfico da região.

Querem aproveitar o enfraquecimento momentâneo do CV na Covanca, que recentemente perdeu dois líderes do tráfico na comunidade.

Vamos aguardar pra ver o final dessa operação na Praça Seca.

Comando Vermelho entra pra ficar no Morro da Otto em Niterói.

Novamente a guerra do tráfico estourou em Niterói, mas precisamente no bairro do Barreto.

Quando o traficante Pixote estava em liberdade, sua missão era invadir e tomar as bocasde fumo no Morro do Marítimos (Otto) que pertence à facção Amigo dos Amigos (ADA).

Até conseguiu invadir e expulsar os rivais, ficando por poucos dias, mas as constantes operações da policia acuaram os bandidos do CV.

Pixote foi capturado e a guerra cessou.


Semanas depois o traficante conhecido como Jacaré, que organizava o tráfico na Otto, também foi capturado pela policia.

O tráfico na Otto ficou fraquíssimo por muito tempo, praticamente convidando o CV para entrar na sua comunidade de novo, pois o CV é muito forte em São Gonçalo e Niterói.

Não deu outra.


Segundo informações, um grupo de traficantes da Nova Brasília (CV) na Engenhoca, invadiram novamente a comunidade da Otto.

Entraram no “coração” da comunidade, executando dois integrantes do ADA, que eram nascidos e criados na Otto.

O clima é de tensão, mas dificilmente os bandidos do CV ficam de “bobeira” na Otto, pois estão esperando o momento certo para “firmar” o novo domínio conquistado.

Por outro lado, os soldados do tráfico da Otto, arrumaram abrigo na Favela do Sabão, que também é um reduto dominado pela facção ADA.

Será que assimilaram o golpe e já deram o morro da Otto como perdido?

Vamos aguardar.

Traficante Neto ou Corinthians do Pavão-Pavãozinho (CV)

Valter do Santos Barbosa Lima, conhecido como Neto ou Corinthians. Integrante da facção Comando Vermelho e atua nos morros do Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, na zona sul do Rio de Janeiro.

Neto ao lado do Pitbull, são conhecidos como “cabeças” do tráfico nas favelas do Cantagalo e Pavão-Pavãozinho. Dois redutos poderosos e lucrativos para o Comando Vermelho.

Já integrou por diversas vezes na liderança maior do PPG, recebendo o posto pelos donos da comunidade.

Ingressou no sistema prisional pela primeiras vez em 2003, sua segunda condição de preso foi em 2008 e depois em 2010.


Na captura de 2010 o Neto foi capturado após uma perseguição e troca de tiros em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro.

Segundo a policia, o grupo do Neto estava saindo do Pavão-Pavãozinho para transportar os fuzis para outra comunidade do Comando Vermelho.

Como na ocasião já existia uma UPP no PPG, eles foram interceptados pela policia e abriram fuga.

A policia conseguiu balear os ocupantes do carro, que foram capturados em seguida.


Com o grupo do Neto os policiais aprenderam uma metralhadora .30, Fuzil Ak 47, 3 pistolas 9 mm, cinco carregadores de fuzil, 3 carregadores de pistolas e 3 radiotransmissores.

Na ausência do Neto no comando da comunidade, o traficante Bolão (dono) deu o cargo para o traficante Pitbull, que se manteve como “frente” por um tempo.

Em abril de 2014 a justiça concedeu o regime semiaberto para o Neto, que não retornou e foi tido como foragido para a justiça.

Dentro da facção CV, a cúpula não admitia a liderança do traficante Bolão nas comunidades do PPG, que devido a essa rusga com os líderes, e pagou milhares de reais para sair ileso.

A cúpula gostaria que o traficante conhecido como “FB”, que sempre se manteve com a mesma opinião da cúpula.

Na ocasião, o FB largou o tráfico no PPG e arrumou abrigo na Nova Holanda (CV) no Complexo da Maré.

Cantagalo.

O morro ficou 100% nas mãos do Bolão, que colocou seus homens de confiança na liderança do tráfico, que foram os traficantes Neto e Pitbull, ambos contestados pela facção.

Recentemente a cúpula ordenou uma troca de liderança novamente no PPG, querendo retirar os traficantes Neto e Pitbull, colocando homens de confiança de frente.

Seriam os traficantes Fú e Claudinho da Mineira, que hoje são homens de confiança do Marcinho PV, o principal líder do CV.

Depois do julgamento, batendo o martelo para saída do Pitbull e Neto do PPG, novamente os comparsas do Bolão se negaram entregar o morro para a cúpula, e novamente uma situação complicado se formou.

Gilsão. ex-integrante da Ladeira dos Tabajaras.
Foi cogitado que o Pitbull iria pular de facção, para procurar uma segurança contra a cúpula do CV, e o Neto estaria de acordo.

Segundo boatos, o acordo seria feito com um antigo comparsa da Ladeira dos Tabajaras (CV) que hoje integra o tráfico no Morro do Vidigal (ADA) em São Conrado.

Conhecido como Gilsão, ele daria guarida para o Pitbull e Neto, em troca, ganharia a Ladeira dos Tabajaras por completo, e iria dar auxilio nos morros que o Pitbull tinha influência.

No mesmo momento, a cúpula do CV realizou uma reunião no Complexo do Chapadão (CV) em Costa Barros, e os traficantes Pitbull e Neto foram convocados, mas os dois não foram e disseram que não iriam entregar o morro para a cúpula.

A situação formou uma dilema na facção, pois caso o Pitbull mantivesse a decisão de não entregar o morro e fechar com ADA, estariam nas suas mãos os redutos do PPG (Pavão e Cantagalo) Ladeira dos Tabajaras, Babilônia, Cabritos e Santa Marta, ou seja, iriam perder muitos redutos numa tacada só.

Pitbull.
Pensaram seriamente sobre essa situação e aliviaram para o Pitbull e o Neto, que obviamente não trocaram de facção.

Mas como num jogo de Xadrez, a cúpula ordenou que o traficante Mexicano, liderasse o tráfico na Ladeira dos Tabajaras e Santa Marta, como forma de proteção.

Depois desse jogo de cartas marcadas, a situação ficou calma para os lados do Cantagalo e Pavão-Pavãozinho.

Mas nos últimas semanas, quase o traficante Neto foi morto por uma emboscada da policia.

Ele achou que deram seu esconderijo para a Policia.


Pode ser que aliviaram para o Neto, mas no intimo, ainda querem os morros do PPG nas mãos dos homens de confiança do Marcinho.

Hoje o traficante Neto integra a lista dos procurados do Rio de Janeiro, com 2 mandados de prisão expedidos pela 26ª Vara criminal da Capital.

Ganhou a recompensa de R$ 1.000,00 por informações que levem à sua captura.
loading...